Como funciona a Zona Azul Digital em São Paulo

A Zona Azul Digital chegou para tornar a vida dos motoristas na maior metrópole do Brasil mais prática e rápida, ajudando a encontrar vagas de estacionamento.

Motoristas na cidade de São Paulo podem contar agora com uma forma segura, rápida e extremamente prática para estacionar. Trata-se do Cartão Zona Azul Digital, que, embora chamado dessa forma, nada mais é do que um aplicativo que permite ao usuário cadastrado estacionar em uma das 39.178 vagas de estacionamento sob responsabilidade da CET, a Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo.

O que é a Zona Azul Digital

A Zona Azul Digital é um inovador sistema de controle e pagamento de estacionamento público na maior metrópole do Brasil. Em 2016, atendendo à necessidade de modernizar seu sistema, a Prefeitura de São Paulo instituiu, por meio do Decreto nº 57.115 de 07 de julho de 2016, o uso da tecnologia na promoção de novos meios de pagamento pelas vagas de estacionamento que controla.

Nascia o Cartão Zona Azul Digital, cuja proposta é facilitar a vida dos motoristas na hora de buscar uma vaga de estacionamento, e ao mesmo tempo tornar mais fluido o trânsito numa cidade em que os problemas viários geram desafios crescentes. Com menos tempo de procura, haverá menos carros parados ou trafegando em baixa velocidade, o que certamente é um problema em vias que necessitam de estar sempre desobstruídas.

Como funciona

Como a ideia da zona azul digital é tornar a vida dos motoristas paulistanos mais fácil, a aquisição do aplicativo e de créditos usados para pagar pelos períodos de estacionamento é muito facilitada. Padarias, bancas de jornais, lanchonetes, drogarias, mercados e bares são alguns dos pontos em que créditos poderão ser comprados, basta que um deles tenha o selo que o identifica como ponto de venda.

Recebi uma multa injustamente, como recorrer?

Evidentemente, antes de comprar créditos, o motorista precisa baixar o aplicativo, disponível gratuitamente no site Cartão Zona Azul Digital. O mecanismo de utilização é bem simples: o motorista verifica se a vaga de estacionamento faz parte da área coberta pela zona azul digital, aciona o aplicativo pelo seu smartphone, faz o pagamento, e nada mais. Não há necessidade de deixar visível nenhum tipo de cartão físico ou identificação, todo o controle é feito pelos agentes da CET eletronicamente. Através de um banco de dados online, eles fiscalizam quem fez o pagamento e pode usufruir da vaga no período, geralmente de uma hora.

Facilidades para os motoristas

Com o aplicativo, os motoristas têm uma série de vantagens ao utilizar as vagas de estacionamento da Prefeitura. O pagamento é facilitado, uma vez que o saldo do Cartão Zona Azul digital pode ser pago com cartão de crédito. O controle é muito mais eficaz, já que pelo aplicativo o motorista terá condições de saber se pode estacionar naquela região, quantas vagas estão disponíveis e não menos importante, vai se ver livre da perniciosa influência dos flanelinhas, já que o controle é feito exclusivamente pelos agentes oficiais da companhia de tráfego paulista.

Outra função importante é o envio de alertas quando o tempo de estacionamento estiver se esgotando, ou mesmo se já estiver esgotado, dando ao motorista uma chance de evitar multas por estacionamento indevido.

Quem tem mais de um veículo não precisa se preocupar, já que o aplicativo permite o cadastramento de mais de uma placa. No entanto, isso não quer dizer que as regras de rodízio possam ser desrespeitadas. A Zona Azul Digital é para garantir rapidez na procura de vagas e fluidez do trânsito, não um meio de burlar o revezamento de carros em São Paulo!

Foto: Divulgação Prefeitura da Cidade de São Paulo

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...