Saiba o que é preciso para vender comida e lucrar

Você já pensou em vender comida como complemento de renda ou como empreendimento próprio? Veja o que é preciso saber para começar e lucrar.

Você já pensou em vender comida como complemento de renda? Ou até mesmo fazer desta atividade seu próprio empreendimento? Com a crise financeira, muitas são as pessoas que recorrem a trabalhos que possam ser produzidos em suas próprias casas e com baixo investimento inicial. No entanto, para isso uma série de cuidados e planejamentos devem ser seguidos para que o negócio deslanche e o lucro chegue rapidamente a suas mãos. Veja o que é preciso.

Antes de começar a vender comida, faça um planejamento

Antes de colocar a mão na massa e passar a vender comida, algumas perguntas devem ser feitas a si mesmo para que o negócio não vá por água abaixo. O primeiro passo é avaliar se tem o perfil para trabalhar neste segmento, que da mesma forma que é muito lucrativo, também exige muito do empreendedor.

Questione-se se realmente gosta deste segmento de alimentação ou se apenas o dinheiro importa; pense sobre o seu tempo disponível para cuidar dos negócios; pergunte-se se já existe alguma área que domina neste segmento, como o preparo de lanches, salgados, pratos fitness, entre outros; e o mais importante: faça as contas e veja se o lucro compensa o trabalho e a responsabilidade que vender comida acarretará, o que inclui gastos com ingredientes, embalagens, mão de obra, taxas de cartão, tempo, combustível, energia elétrica, água, etc.

A seguir, faça o planejamento referente às suas instalações, normas de higiene (para isso, entre em contato com a vigilância sanitária de sua região) e qual será a sua vertente em alimentação. Defina o cardápio com base em suas habilidades, gostos e, principalmente, após uma pesquisa de mercado.

Como ganhar dinheiro vendendo brigadeiro

Tenha um diferencial e ofereça seu produto

A pesquisa de mercado pelo seu bairro ou cidade é essencial para começar a vender comida. Estudar a concorrência e investir em propaganda, principalmente o boca a boca, será sua garantia de clientela.

Vender comida não significa necessariamente se restringir a apenas pratos para almoço e jantar. Inove! Aposte em marmitas fitness – que estão em alta -, lanches naturais, tortas, quiches, cheesecakes, biscoitos, pão de mel, pão de queijo, salgados, entre outros. As opções dependem da imaginação, tempo disponível, margem de lucro e público alvo.

Não tenha vergonha de oferecer seu produto. Divulgue muito e coloque toda sua dedicação na qualidade e apresentação. Invista em cardápios, cartões, ímãs de geladeira e outros itens que reforcem a existência dos seus produtos. Diversifique também a maneira em que seus clientes possam fazer pedidos: via redes sociais, WhatsApp ou formulários online. O mesmo se aplica na diversidade em modos de pagamento, evitando receber somente em dinheiro e abrir a aceitação a cartões de débito, crédito e alimentação.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...