Transporte público poderá ser pago com cartão

São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba serão as primeiras cidades com linhas de ônibus, metrô e trem com o serviço

Boa notícia para quem usa transporte público. Em algumas cidades do Brasil, o usuário poderá utilizar cartões de crédito, débito e pré-pago Mastercard para fazer o pagamento da tarifa diretamente na catraca. O serviço estará disponível inicialmente em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba (PR). Trata-se de um projeto piloto entre a Mastercard e empresas de bilhetagem e operadoras de transporte.

O pagamento será feito por aproximação. Além disso, cartões registrados em carteiras digitais de celulares também poderão ser utilizados para efetuar o pagamento da passagem. Esta primeira fase do projeto acontece neste mês de outubro e pretende avaliar a tecnologia dos equipamentos validadores e os processos de pagamento em São Paulo (na linha Diadema/Berrini – Metra) e no Rio de Janeiro – Central do Brasil (na linha Vermelha e nas principais estações da linha Deodoro). Em Curitiba, o projeto piloto deverá acontecer em novembro, nos ônibus da região metropolitana.

Os estudos e a habilitação da funcionalidade para ônibus, trem e metrô nas principais capitais do País deverão ser concluídos até o final de 2017. "O objetivo é contribuir para que as cidades se tornem mais eficientes e sustentáveis e, com isso, permitir que a vida seja mais inclusiva, segura e conveniente para seus habitantes", disse Alexandre Brito, vice-presidente de Desenvolvimento de Aceitação, Varejo e Novos Negócios da Mastercard Brasil e Cone Sul, por meio de nota.

De acordo com a Mastercard, a arrecadação aproximada deste mercado é de R$ 80 bilhões por ano. O uso de dinheiro físico representa uma fatia de 30% deste total. “Esse montante gera custos operacionais e logísticos para o operador, além dos problemas com falta de troco e de segurança”, diz a nota.

Com o projeto, a Mastercard pretende ampliar a rede de aceitação em um segmento que faz parte da vida de aproximadamente 50% dos brasileiros. “Ao proporcionar aos usuários acesso a formas de pagamento simples, seguras e convenientes, sem longas filas, sem senhas e sem complicação o resultado é uma melhor experiência na vida do consumidor e na sua relação com a nossa marca”, afirma Brito.

Foto: Divulgação Mastercard

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...