Você realmente quer um carro com tração 4×4?

Quem pensa em comprar um veículo com tração 4x4 apenas pelo status, pode se surpreender com as indicações de uso para esse tipo de tração. Veja por quê.

 

Veículos com tração 4×4 são sinônimo de potência, desempenho e capacidade para superar obstáculos como pistas enlameadas, esburacadas e terrenos acidentados dos mais variados tipos. Com a popularização dos Veículos Esportivos Utilitários, conhecidos como SUV, a tração nas quatro rodas deixou de ser um luxo exclusivo de pickups ou veículos mais pesados movidos a Diesel, para compor os itens de série de modelos destinados ao uso urbano.

Antes da aquisição de um carro nesse perfil, é necessário se cercar de informações para garantir uma compra segura e sem sustos. Afinal, a maioria dos carros de passeio não são equipados com esse sistema, que pode gerar custos e até falha mecânica, quando mal utilizado.

Tração 4×4, 4×2 ou integral?

Antes de expor as reais vantagens e desvantagens da tração 4×4, é preciso entender de forma resumida os diferentes tipos de tração. A propósito, falar de tração equivale a dizer que a força gerada pelo motor pode ser aplicada diretamente às rodas do carro. Um eixo dotado de tração independente, por essa razão, acaba “carregando” o peso do carro e é responsável pelo seu movimento e do eixo sem tração. Sendo assim, temos:

  • Veículos 4×2 – neles, a tração é aplicada somente em um dos eixos. A maioria dos carros tem tração no eixo dianteiro (FWD), mas há modelos com tração no eixo de trás (RWD), comum em esportivos e veículos de uso comercial.
  • Veículos 4×4 (4WD) – contam com tração nas quatro rodas, embora esta só possa ser acionada em determinadas situações, não operando de forma ininterrupta. Recomenda-se utilizar tração nas quatro somente em casos de aderência reduzida ou risco de avarias ao carro.
  • Veículos com tração integral (AWD, All Wheel Drive) – a tração nas quatro rodas é toda automatizada e gerenciada eletronicamente sem a interferência do motorista.

Qual o melhor carro popular de 2016?

Sistema híbrido de tração

Existe ainda um sistema de tração 4×4 que opera com motores independentes para cada eixo. Ou seja, não existe conexão entre os eixos traseiro e dianteiro, dispensando componentes como o cardã traseiro e a caixa de transferência. Por se tratar de um sistema de tração de elevada complexidade, só está disponível em super carros de luxo como Porsche 918 Spyder e BMW i8. A exceção é o Toyota Yaris, que conta com o exclusivo Hybrid Synergy Drive, espécie de tração híbrida em miniatura. Coisa de japonês.

Vantagens e desvantagens

Como toda tecnologia que representa aumento na performance ou na segurança de um carro, a tração 4×4 deve ser medida em primeiro lugar pelo seu custo de aquisição e manutenção. Veículos com tração integral, por exemplo, têm elevados custos para reparos, assim como a tração 4×4 4WD. Além disso, carros com tração 4×2, além de mais baratos, são mais indicados para motoristas que usam o carro em situações de pouca exigência em termos de performance. A tração nas quatro faz parte de veículos mais potentes não é por acaso, afinal, é quando se exige mais potência que a tração 4×4 realmente deve entrar em cena.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...