Tive o meu consórcio cancelado, e agora?

Consórcio é um compromisso a médio prazo e a situação financeira do consorciado pode mudar. Entenda se o seu consórcio pode ser cancelado e em que situações.

Por diversos motivos, um consorciado pode precisar atrasar as parcelas do consórcio, ou mesmo deixar de ter condições de pagá-las e tornar-se inadimplente. Quando o consorciado tem a partir de uma parcela em atraso, já deixa de poder participar e votar nas assembleias, e se ainda não foi contemplado, não pode participar também dos sorteios e nem pode dar lances, além de ter que pagar juros e multas mensais.

Se a inadimplência for continuada, o consorciado pode ser excluído do grupo, tendo o consórcio cancelado, de acordo com o que for estabelecido em contrato. Cada seguradora estabelece as condições de exclusão dos consorciados, baseando na Lei de consórcios, regulada pelo Banco Central.

Em que situações posso ter o meu consórcio cancelado?

O principal motivo para ter o consórcio cancelado, é realmente a inadimplência. Se o consorciado ainda não foi contemplado, deixa de ter o direito de participar dos sorteios ou dar lances. Caso o consorciado já tenha sido contemplado, mas ainda não tenha utilizado a carta de crédito para comprar o bem, tem o crédito do consórcio cancelado. E se o consorciado já tiver utilizado o crédito, a administradora pode executar as garantias dadas no momento da liberação do crédito.

O que fazer se tiver o consórcio cancelado? 

A primeira providência a tomar, é procurar a administradora para tentar fazer uma negociação. Caso tenha interesse em continuar no grupo, tente saldar a dívida das parcelas atrasadas pedindo um desconto no valor dos juros e multas.

Outra possibilidade de negociação, é renegociar o valor das parcelas, diluindo a dívida nas parcelas futuras. Mas só faça isso se tiver a certeza de que a parcela caberá no seu orçamento doméstico. Você pode ainda tentar trocar o valor da cota por uma mais barata, assim o preço das prestações ficará mais baixo.

Em última hipótese, caso perceba que realmente não tem mais condições de continuar pagando as prestações é desistir formalmente do consórcio, e esperar pelo reembolso dos valores já pagos, e descontado o valor da dívida, através de sorteio ao quando terminar o grupo ao qual integrava. No caso de desistência, também há a possibilidade de vender a sua cota, mas para isso primeiro é preciso pagar a dívida.

Leia também » Guia do consórcio de carro passo a passo.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...