Como fazer uma simulação de financiamento de veículo

O financiamento é a melhor opção para muitas pessoas. Veja como fazer a simulação de financiamento de veículos e algumas dicas para fechar o melhor negócio.

Comprar um carro novo ou semi novo é o sonho de muitos brasileiros. Para torná-lo realidade, uma das opções mais comuns e viáveis é o financiamento, que pode ser feito em qualquer banco ou instituição financeira. Financiar um carro é um compromisso financeiro de médio a longo, e antes de fechar negócio é preciso ter a certeza de que você tem capacidade financeira de levar o financiamento adiante. Pesquisar, comparar e fazer uma simulação de financiamento de veículos é a maneira mais segura de fazer um bom negócio.

 

Como fazer uma simulação de financiamento de veículos

A maneira mais rápida e segura de comparar os preços e condições oferecidas no mercado é fazendo uma simulação de financiamento. Muitas vezes por falta de tempo ou por achar que se trata de algo complicado e burocrático, as pessoas acabam adiando a ida ao banco para fazer a simulação. 
Mas agora, com a internet é possível fazer a simulação de financiamento de veículos e receber as informações por email para depois poder comparar os juros e condições de diferentes bancos e instituições financeiras.

Fazendo a simulação você terá a noção do quanto irá custar o seu financiamento, qual o melhor prazo para pagar, qual instituição oferece as taxas e condições adequadas para o seu caso. Não existe fórmula mágica que diga qual é a empresa que fará o melhor financiamento, cada caso é um caso a ser analisado, até mesmo porque as condições de financiamento são disponibilizadas de acordo com o perfil do candidato.

Cuidados antes de fazer o financiamento

Além de fazer a simulação, existem outras medidas que você deve tomar antes de fechar o seu financiamento junto a um banco. Como é um investimento que compromete a sua renda durante um período longo, esteja certo de estar fazendo um bom negócio, nada de fechar contrato por impulso. Confira nossas dicas:
 
1- Faça um planejamento financeiro
O financiamento pode afetar a sua renda mensal por um período longo, então você precisa analisar se pode arcar com esse compromisso. Faça a simulação e veja se a parcela do seu financiamento somada às outras parcelas que você tem a pagar (como de imóveis, de eletrodomésticos, de estudos, etc) não compromete mais do que 30% da sua renda. Esse limite, é o valor recomendado pelos especialistas para que você possa honrar o seu compromisso e não cair em dívidas.
 
2- Inclua no planejamento gastos futuros
Não adianta fazer o planejamento pensando nos gastos que tem em meses comuns. Você tem que levar em consideração os meses que tem maiores gastos – como aqueles que tem que pagar o impostos como IPVA, IPTU, material escolar, gastos com festas de fim de ano, etc. Desta forma, você poderá arcar com os custos do seu financiamento em todos os meses e os naqueles em que você tem menos gastos, terá disponível uma renda extra. 
 
3- Confira se o seu nome está limpo
Esteja certo de que o seu nome está limpo antes de pedir o financiamento. Muitas pessoas têm o nome sujo e não sabem. O seu crédito pode ser negado se você estiver pendente no SPC ou Serasa. 
4- Faça pesquisa de mercado
Se você já fez a simulação, já fez o seu planejamento mensal e achou que a parcela do banco pretendido está muito alta e pode comprometer seu orçamento, você pode procurar outras instituições ou tentar negociar o valor do financiamento. Os juros e as taxas variam conforme a instituição e podem fazer diferença nas parcelas. Os bancos também querem fechar o negócio e podem aceitar a negociação do valor do financiamento. Mas não caia em tentação, se as parcelas ficarem muito altas, é melhor não arriscar.
5- Atenção ao contrato
Leia todo o contrato com calma e entenda cada ponto dele. “Passar o olho” rapidamente pode te trazer problemas no futuro devido a alguma cláusula mal analisada. O Ideal é pedir uma cópia do documento e levá-lo para casa para ler com cuidado, sem a pressão do funcionário da instituição.
Pensando na sua necessidade, o Hintigo disponibiliza simuladores de financiamento que vão te ajudar na hora de escolher o que seja ideal para você. Eles são fáceis de utilizar e totalmente gratuitos. Utilizando-os você irá investir o seu dinheiro com inteligência financeira.

Documentos necessários

Para simular o financiamento de veículos, você vai precisar do seu CPF em situação regular na Receita Federal, RG, comprovante de residência e comprovante de renda. Há financiadoras que aceitam reunir a renda de duas pessoas, normalmente do casal, para atingir a quantia adequada para financeira o veículo. Nesse caso, é preciso apresentar a documentação de ambos.

Quanto dar de entrada

Para tornar o financiamento menos pesado para o seu bolso, o ideal é dar uma entrada  para diminuir o valor e a quantidade de prestações a serem pagas por mês. Recomenda-se dar 10% do valor do veículo de entrada. Por exemplo, se o carro custa R$ 30.000,00, você pode dar uma entrada de R$ 3.000,00.

Como calcular as prestações

Para calcular as prestações do financiamento do veículo é preciso considerar levar em consideração as regras de negociação de cada financeira. O cálculo é feito através da divisão do valor do bem pela quantidade de prestações, que também recebem o acréscimo da taxa de juros. Você pode calcular as prestações na hora de fazer a simulação do financiamento.
 

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...