Julio Benck
Julio Benck
27 Jan, 2017 - 12:00
seguros de moto mais baratos
Seguro Auto

Os seguros de moto mais baratos

Julio Benck

Entenda como fazer para conseguir seguros de moto mais baratos, de acordo com seu perfil, cilindrada da moto, e outros fatores considerados pelas seguradoras.

O artigo continua após o anúncio

Fazer a cotação de um seguro veicular envolve diversos fatores que as seguradoras adotam como critério para estipular preços. Os seguros de moto mais baratos, por exemplo, são aqueles em que o proprietário dá mais garantias à seguradora de que sua bike não sofrerá acidentes ou será exposta à ação de marginais.

Em todo caso, é o risco o principal componente a ser avaliado quando se quer chegar a um valor final. Nesse sentido, as seguradoras costumam ser bastante minuciosas, apoiando-se em estatísticas milimetricamente apuradas. Saber com precisão o índice de roubos e furtos de motos é um deles, entre muitos outros.

Outro fator com bastante peso é o custo de reparo de um dado modelo. Quanto mais caras forem as peças, assim como o tempo de reparo maior, mais elevado o preço do seguro se torna.

Entenda como é a dinâmica do mercado de seguros para motos, e oriente-se antes de fechar negócio. Afinal, nem sempre depende do proprietário a segurança do seu veículo. Na dúvida, é melhor se proteger.

DPVAT 2017

Antes de falarmos sobre os seguros de moto mais baratos, uma boa notícia para quem tem moto ou carro é a redução no valor pago pelo DPVAT, o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. Em 2017, a SUSEP, a Superintendência de Seguros Privados, já confirmou um reajuste para baixo de 37% em relação a 2016.

A diminuição no valor se explica justamente porque, de 2014 para cá, o número de indenizações pagas vem diminuindo. Agora, para qualquer tipo de veículo, a taxa cobrada para pagamento em cota única será de R$ 4,15. Quem pagar parcelado desembolsará R$ 9,63.

Para os motociclistas, o valor do seguro DPVAT, que ano passado era de R$ 286,75, agora passa a ser de R$ 180,65. Assim os seguros de moto mais baratos já começam no próprio seguro obrigatório por lei.

Seguro de moto vale a pena? Conheça as vantagens e valores

O artigo continua após o anúncio

Como funciona o seguro de moto

Para se chegar aos seguros de moto mais baratos, o caminho a ser percorrido é semelhante ao que se faz com os carros. Isso significa que serão colocados na balança o perfil do motociclista, que será traçado com base na sua idade, estado civil, quantidade de filhos, se usa moto para trabalhar ou como meio de locomoção.

Também será analisado o trajeto que ele fizer com mais frequência, se nele o índice de roubos e furtos é alto ou não. O ano da moto é outro fator a se considerar, já que motos mais antigas são mais propensas a falhas mecânicas. Como se pode perceber, os seguros de motos mais baratos serão aqueles em que o risco de sinistro é mínimo.

Para garantir um preço mais em conta, vale a pena se cercar de cuidados adicionais, tais como ter um alarme antifurto, estacionar a moto sempre em garagem ou estacionamento ou contar com um rastreador.

Tipos de motos com seguro mais barato

Se você não precisa de uma cobertura completa, que dê direito a atendimento de emergência 24 horas, reboque e mecânico, uma boa opção para garantir valores de seguros de moto mais baratos é contar com cobertura apenas para roubos e furtos.

Normalmente, quanto mais alta for a cilindrada da moto, mais caro será o valor do seguro, até porque o conserto de motos acima de 500cc exige peças e mão de obra mais cara. A título de comparação, uma Suzuki GSX-R 1000 tem um seguro estimado em aproximadamente R$ 60 mil, enquanto uma Honda CG pode ser segurada a partir de R$ 859,72.

Dafra oferece seguro grátis

Em janeiro, quem comprar uma scooter Dafra Citycom S 300i ganha seguro contra danos materiais e corporais e assistência 24 horas básica pelo período de um ano. A scooter sai hoje a R$ 18.990,00.