Os 4 riscos mais comuns que um consultório odontológico pode sofrer

Furtos, assaltos, incêndios, queda de raios e danos à parte elétrica podem provocar danos irreversíveis ao negócio. Saiba como se proteger desses e outros riscos.

O prejuízo causado e decorrência de roubos, furtos, incêndios ou alagamentos é o principal motivo que leva empresários e empreendedores a investir em um seguro para seu negócio. Embora os consultórios odontológicos estejam entre os negócios mais vulneráveis a roubos e furtos, não é comum que clínicas de pequeno e médio porte contratem um seguro. Ironicamente, são justamente estas que têm mais dificuldades de se reerguer quando algo de inesperado ocorre. Por vezes, o prejuízo é tão grande que a recuperação financeira é impossível e o negócio precisa ser fechado.

Seja por falta de informação, por achar que o custo é muito elevado, ou por contar com a sorte, muitos pequenos e médios consultórios nem colocam a contratação de um seguro nos seus planos. É aí que entram os riscos. Falando particularmente dos consultórios odontológicos, sabemos que o investimento inicial em equipamentos é alto e o retorno financeiro demora a acontecer, aumentando os riscos de um prejuízo irrecuperável em caso de danos causados por sinistro.

Para quem ainda não tem o seguro como uma prioridade, listamos alguns dos principais riscos de sinistros que um consultório odontológico corre. Confira:

1. Roubos e furtos

Pesquisas recentes mostram a vulnerabilidade dos consultórios odontológicos para roubos e furtos. São frequentes casos de bandidos que se passam por pacientes e, uma vez dentro do consultório, assaltam os funcionários, outros pacientes e levam também equipamentos. Segundo dados do CRO – SP (Conselho Regional de Odontologia de São Paulo), um em cada quatro dentistas do estado já teve o consultório assaltado ou furtado nos últimos cinco anos.

Levando em conta o alto custo dos equipamentos e materiais, o mínimo de prejuízo já pode ser muito, principalmente para pequenos e médios consultórios. Um seguro com cobertura básica pode custar menos de R$500,00 por ano e cobrir prejuízos de roubos, furtos, incêndios, alagamentos, entre outros incidentes dependendo do tipo de cobertura do seguro.

2. Danos elétricos

Oscilações de energia podem provocar inúmeros prejuízos na rede elétrica do estabelecimento. E elas não são difíceis de acontecer: o Brasil é o país que mais sofre com queda de raios, cerca de 100 milhões por ano, segundo o (INPE) Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

Uma rede elétrica mais antiga ou simples curto circuito podem provocar danos irreversíveis no prédio e equipamentos e prejudicar o funcionamento do consultório por dias ou semanas. Consequentemente, o retorno financeiro cai e a cartela de pacientes diminui. Para quem não tem seguro, arcar com todas as despesas de incidentes como este, podem tornar o negócio insustentável.

Veja 5 motivos para não deixar o seguro da sua clínica em segundo plano

3. Quebra de vidros

vidro quebrado

Chuvas, ventos fortes ou até uma tentativa de arrombamento podem quebrar os vidros das janelas e portas e, consequentemente, oferecer menos segurança aos funcionários e pacientes.

A cobertura para esse tipo de sinistro pode chegar até a R$ 2 mil, dependendo do plano contratado, diminuindo o prejuízo financeiro.

4. Incêndios e explosões

seguro-incendio

Parece difícil de acreditar, mas o número de incêndios em prédios comerciais aumentou 85,9% em 2013, quando houve 158 casos a mais que o mesmo período em 2012. Sem levar em conta incêndios residenciais e florestais o aumento foi de 45%, um total de 1.095.

Os danos provocados por esse tipo de sinistro mostram que o custo benefício de investir em um seguro com cobertura básica vale a pena. Um incêndio pode destruir todo o espaço físico do consultório e equipamentos e materiais. Atualmente, há seguros com custos acessíveis e pagamento facilitado e que oferecem coberturas de cerca de R$ 200 mil, por valores inferiores a R$ 1 mil por ano.

O risco para quem mantém o consultório odontológico sem seguro é grande. As consequências após um sinistro podem ser devastadoras e colocar fim ao sonho do negócio próprio. Na hora de avaliar o custo benefício procure planos e pacotes personalizados e que atendam às peculiaridades da área, garantindo, assim, o melhor retorno em caso de prejuízo.

Receba uma cotação de seguro para o seu consultório, grátis sem compromisso. Clique aqui.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...