Check list para fazer a revisão do carro

Aprenda a fazer revisão do carro, verificando em sua própria garagem se os principais componentes estão em bom estado e se precisam ser trocados.

A revisão do carro, realizada nos prazos estipulados pelo fabricante, é fundamental para manter a “saúde” do seu veículo em dia. Motorista que deixa de fazer a revisão de componentes como velas, filtros, suspensão e amortecedores não apenas contribui para desvalorização de seu patrimônio, como coloca em risco sua segurança, das pessoas que conduz e de quem estiver no trânsito.

Para ajudar você a conferir se a revisão do carro está ok, preparamos um rápido check list com os principais itens a serem revisados em casa mesmo.

Lembre-se sempre de consultar o manual do proprietário sobre prazos e quilometragem para fazer as trocas. O que informamos aqui são estimativas, baseadas nas orientações de especialistas, e podem não corresponder ao que seu carro precisa.

O que verificar ao fazer a revisão do carro

Revisão do carro sem sair da garagem

Habituando-se a fazer você mesmo revisões periódicas, será possível antecipar-se a eventuais falhas causadas por óleo fora das especificações ou abaixo do nível, pneus carecas, velas desgastadas e outros. 

Verificando o óleo

Óleo muito escuro, pouco viscoso ou abaixo do nível indicado na vareta medidora é um mau sinal. Para saber se o óleo do seu carro está ok e que não vai causar danos maiores, como um motor batido, faça a verificação pela manhã, após um período de “repouso” do líquido.

Puxe a vareta medidora, e verifique se a coloração está clara e se o óleo está cobrindo pelo menos a metade da área da vareta que indica nível normal do fluido.

Caso o óleo esteja mais escuro que o normal, abaixo ou muito próximo da ranhura que indica nível mínimo, você deverá providenciar sua troca completa imediatamente.

Carro também precisa de água

Reservatório de água com nível muito baixo ou secando rapidamente indica que há vazamento de água, que pode estar acontecendo por alguma mangueira, retentor ou junta mal fixada ou mesmo com fissuras.

Confira sempre se a água está no nível mínimo indicado no reservatório, e se há muita diferença conforme você circula. Uma boa opção para auxiliar a manter a temperatura do motor dentro dos parâmetros ideais é usar um aditivo, também conhecido como líquido de arrefecimento.

A água para limpeza do para brisa também deve ser conferida e completada sempre que necessário. Verifique no reservatório e, se necessário, complete o que estiver faltando.

Os filtros estão ok?

Os principais filtros responsáveis pelo bom funcionamento do veículo, o de óleo, de combustível e o de ar, precisam receber a máxima atenção na revisão do carro.

O de óleo, quando esgotado, deixa de reter as impurezas acumuladas pela circulação do fluido, acelerando o desgaste do motor.

Já o filtro de ar, quando saturado, compromete a mistura ar/combustível, fundamental para a queima correta do combustível no interior das câmaras do motor. Faça a troca do filtro de óleo junto com a troca de óleo e a do filtro de ar aproximadamente a cada 10 mil km.

No caso do filtro de combustível, a atenção recai sobre a sua função de retirar impurezas do combustível antes que ele passe pela bomba.

Portanto, fazer sua troca a cada 15 mil ou 10 mil km é decisivo para que o consumo de combustível permaneça em níveis normais.

Sete sinais de combustível adulterado

Cuide do sistema elétrico e de iluminação

O jogo de velas é imprescindível para o funcionamento do motor e da boa queima de combustível. Quando desgastadas (ficam esbranquiçadas ou azuladas nas extremidades), as velas demoram a emitir a centelha que gera a explosão na câmara, tornando o motor menos eficiente.

Troque-as a cada 10 mil km, e garanta o máximo de seu aproveitamento. Entenda neste link a importância de fazer essa troca após a revisão do carro.

As luzes também precisam ser checadas, o que significa verificar se as lâmpadas estão com potência adequada, se as setas e luzes de freio estão respondendo ao acionamento e se as lentes dos faróis não estão embaçadas.

Faça a troca do que precisar se necessário, afinal, tratam-se de componentes muito importantes para a segurança.

Olho vivo nos pneus!

Pneus carecas são um perigo para a segurança, e, para saber se eles estão nos padrões ideais, basta verificar o indicador TWI, localizado dentro de uma das ranhuras do pneu. Se estiver exposto, ou quase isso, indica que seu pneu foi para o brejo, e necessita de ser trocado imediatamente.

Embora possam ser trocados aos pares, o certo mesmo é fazer a troca simultânea dos 4 pneus depois da revisão do carro.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...