Chef Massimo Bottura inaugura refeitório popular no Rio de Janeiro

Os alimentos considerados feios e amassados que seriam descartados na Vila Olímpica irão virar pratos gratuitos para pessoas carentes.

Nesta segunda-feira, 8, foi inaugurado na Lapa, no Rio de Janeiro, um restaurante dirigido por grandes chefs de cozinha do mundo inteiro que usa as sobras de ingredientes do Parque da Vila Olímpica. Estes alimentos, não usados, iriam virar lixo, pois eram 'feios' ou estavam amassados e agora passam a servir de alimentação para 5 mil pessoas carentes.

Refeitório Popular

O projeto social é uma iniciativa do chef italiano Massimo Bottura, que cozinha no restaurante Osteria Francescana, eleito o melhor do mundo em 2016, em parceria com a Gastromotiva, organização brasileira premiada, que se dedica à capacitação de jovens carentes para que possam trabalhar em restaurantes.

A Prefeitura do Rio de Janeiro cedeu o terreno, localizado na Rua da Lapa, 108, o escritório Metro Arquitetos foi o responsável pelo projeto do restaurante, os irmãos Campanas cuidaram do mobiliário, e Vik Muniz e Pas Schaefer da cenografia.

Os ingredientes para os alimentos serão enviados todos os dias, transportados de diferentes caterings da Vila Olímpica por um caminhão. Serão levados para o restaurante as sobras, que nada mais são do que frutas, legumes e verduras, feios e amassados que seriam desperdiçados.

Depois do fim das Olímpiadas, o refeitório popular continuará funcionando e contará com 108 lugares, distribuídos em mesas comunitárias e vai ter dois formatos: no almoço abrirá para o público pagante; e à noite será gratuito, para as pessoas carentes.

Desta forma, o cliente que paga o almoço no restaurante estará subsidiando o jantar de quem não tem condições de pagar. O modelo tem um simpático bordão: pague o almoço e deixe o jantar.

Além disso, o ReffetoRio, nome do refeitório, será um restaurante-escola, que oferecerá aulas, workshops e oficinas para a formação de profissionais de gastronomia.

O que achou desta ideia?

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...