Programa Alimentar da ONU procura fluentes em português no exterior para RH, Medicina, Economia e +

Sempre sonhou em trabalhar para a Organização das Nações Unidas? Confira então essas oportunidades que são para Itália, Egito, Quênia, Senegal e Tailândia.

A Organização das Nações Unidas foi fundada há 70 anos e atua com o propósito de manter a segurança e a paz mundial, promover os direitos humanos e ajuda humanitária, proteger o meio ambiente, auxiliar no desenvolvimento econômico e progresso social. Mesmo que aparentemente as intervenções da organização não surtam efeito, milhões de pessoas são beneficiadas anualmente pelos programas e estratégias da mesma. São famílias que têm água e comida garantidas, crianças que conseguem, nas aldeias mais remotas, terem acesso à educação e cuidados de saúde. Está claro que, em muitas regiões, esse atendimento e esforços não chegam. Por isso, o trabalho da ONU é sempre ampliar a sua área de influência.

 

Uma das iniciativas da organização é o Programa Alimentar Mundial, que desde 1961, fornece alimento a pessoas em situação de carência em mais de 80 países. O objetivo é acabar com a fome e a desnutrição no mundo, intervindo também em ações para o combate à AIDS, a mortalidade infantil, melhoria na saúde das gestantes e incentivos a pequenos produtores agrícolas.

 

Vagas na ONU

 

Neste momento, o Programa Alimentar Mundial está em fase de recrutamento e algumas das vagas incluem como requisito específico a fluência em português. Os cargos em questão são para as áreas de Medicina, Recursos Humanos, Economia, Matemática e Relações Internacionais. Além da língua, é preciso ter atenção às demais exigência do órgão para cada função específica.

 

As vagas são na Itália, local onde fica a sede oficial do Programa Alimentar Mundial e em outras secções, localizadas no Egito, Quênia, Senegal e Tailândia. É possível consultar e concorrer às oportunidades através do perfil oficial do programa no Linkedin, disponível neste link . Vale ressaltar que para ter acesso à lista é preciso ter um cadastro na rede social em questão, que pode ser feito gratuitamente.

   

Veja também: 

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...