Heloísa von Ah
05 Jul, 2017 - 12:00
profissões autônomas

As 6 profissões autônomas mais rentáveis no Brasil

Heloísa von Ah

Quer trabalhar por conta e ter certeza de que trabalho não vai faltar? Então conheça as 6 profissões autônomas mais rentáveis no Brasil e também fora dele.

O artigo continua após o anúncio

Profissões que dão dinheiro rápido, que não precisam de curso superior ou profissões autônomas mais rentáveis são alguns dos maiores objetivos do brasileiro que procura recolocação no mercado ou deslanchar a carreira sem maiores empecilhos. Se você tem pressa e não quer depender de processos seletivos, fique de olho nas profissões que são aposta em lucratividade, e em muitos casos pode até mesmo trabalhar a partir de casa.

Os melhores sites para trabalhar como freelancer

Profissões autônomas mais rentáveis no Brasil

Não somente no Brasil, muitas das profissões autônomas mais rentáveis permitem ao profissional atuar fora do país, muitas vezes sem sair de casa. Confira seis opções para realmente ganhar dinheiro dentro de empresas ou em sua própria empresa.

1. Desenvolvedor mobile

A necessidade de oferecer produtos e serviços para plataformas móveis já não é novidade nem mesmo para os mais leigos no assunto. Portanto, junto a essa demanda surgem os tão requisitados desenvolvedores mobile, responsáveis por tornar adaptáveis as páginas da web para o seu smartphone, bem como estruturar a criação de novos aplicativos – uma das áreas mais rentáveis para esse profissional.

Para atuar neste setor, além do domínio sobre linguagens de programação, o desenvolvedor dever ser capaz de criar soluções e desenvolver os mais diversos sistemas para smartphones e tablets; o que incluem apps, programas e outros.

2. Profissionais de marketing digital

Praticamente aliados aos desenvolvedores mobile, os profissionais de marketing digital também estão entre as profissões autônomas mais rentáveis no Brasil e fora dele. Podendo trabalhar em empresas ou de forma individual, eles são responsáveis por definir toda a estratégia de comunicação e vendas na internet, o que pode acontecer por meio de sites, lojas online ou redes sociais.

Sejam analistas, gerentes ou diretores de marketing digital, também são de responsabilidade deles tratar do gerenciamento de anúncios publicados em diversas plataformas digitais, novamente redes sociais, websites e outros.

3. Desenvolvedores de softwares

Mesmo em cenários econômicos desfavoráveis, os profissionais de TI (Tecnologia da Informação) continuam em alta. Entre eles, destacam-se também os desenvolvedores de softwares, contratados com a finalidade de criar novos aplicativos ou sistemas que possam auxiliar no bom desempenho e processos de determinada empresa.

O artigo continua após o anúncio

Geralmente, as melhores vagas estão centralizadas no setor da indústria, que busca por estes profissionais com a finalidade de desenvolver soluções personalizadas a cada processo de produção.

5 ideias para começar a trabalhar de casa

4. Cientistas de dados

Eles também são conhecidos como engenheiros de big data, e podem ser considerados os profissionais do século devido às suas habilidades específicas e difíceis de serem encontradas. Sua principal função dentro ou fora de uma empresa é analisar uma grande quantidade de dados, aparentemente desconexos e provenientes de fontes diversas, transformando-os em seguida em informações úteis e valiosas para a tomada de decisões estratégicas.

Em geral, esses dados costumam ser utilizados para que a empresa consiga entender as necessidades e o comportamento de compra de seus clientes e potenciais consumidores. Normalmente estes são profissionais jovens, com alguma formação em áreas de TI e mestrado ou doutorado em estatística, inteligência artificial ou matemática.

5. Arquitetos de sistemas

Mais uma vez, as profissões autônomas mais rentáveis no Brasil certamente são aquelas atreladas à tecnologia – e esta deve ser a tendência daqui pra frente. Como arquiteto de sistemas, o profissional é responsável por manter forte a estrutura dos websites, fazendo com que estes suportem grandes fluxos de operações, transferindo dados em tempo real.

Podem atuar na área os formados em Ciência da Computação ou Análise de Sistemas, seja de forma autônoma ou dentro de empresas.

Vale a pena pagar empresa de recrutamento para conseguir emprego?

6. Advogado tributaristas

Advogados tributaristas fecham a lista como a única profissão não relacionada à tecnologia. Neste caso, eles são bastante requisitados aqui no Brasil, já que nosso sistema tributário é bastante complexo, e pede para que existam pessoas especializadas em prestar serviços de prevenção, com consultorias e planejamentos ou na defesa de processos administrativos ou judiciais.

O artigo continua após o anúncio

Advogados trabalhistas também encontram seu lugar ao sol, podendo atuar com serviços de recuperação de crédito, por exemplo.

Compartilhar Twittar Pin Email WhatsApp