Como procurar emprego fora do Brasil

Vai sair do país e ainda não sabe como procurar emprego fora do Brasil? Então confira algumas dicas de onde começar e o que é importante saber para se destacar.

Com um índice de 79,2% em 2015, o número de brasileiros que aceitariam trabalhar no exterior só aumenta. E para dar o pontapé inicial rumo ao desejo de emigrar, é imprescindível saber onde procurar emprego fora do Brasil.

Afinal, por mais que seja aconselhável estar no país de destino para sair atrás de vagas, é na internet que as melhores oportunidades – e possibilidades de visto, por exemplo – podem acontecer.

O mais importante, independente do meio pelo qual optou por buscar a vaga, é ser objetivo no que deseja trabalhar e não se acomodar, principalmente quando falamos em esperar respostas por email.

Prepare um currículo diferente para cada cargo e evite achar que você é bom demais para aceitar determinado emprego; se estiver precisando de dinheiro, aceite-o, faça contatos e, entãok busque com calma melhores oportunidades.

Quero trabalhar fora do país! Por onde começar?

Site de vagas de emprego fora do Brasil

Ainda que para alguns cargos o porta a porta seja o mais aconselhável – como no caso de anúncios colocados em frente a restaurantes, por exemplo – os sites de vagas também funcionam muito bem para procurar emprego fora do Brasil.

Entretanto, para conseguir os melhores resultados nesse requisito, é altamente recomendável que você já saiba para onde vai, e daí então passe a procurar sites específicos para emprego naquele determinado país.

Caso tenha como destino um país onde o inglês é o idioma, prepare um currículo traduzido, de acordo com os padrões locais – na Europa seguindo o Europass e assim por diante.

Como alguns exemplos, se estiver indo para Portugal, sites como Net Emprego, Sapo Emprego e Custo Justo são alguns bons portais para começar a busca; já nos Estados Unidos, procure suas vagas no Craiglist, Job Monkey e Monster.

A grande maioria desses sites pede um cadastro prévio, geralmente gratuito, para que você consiga visualizar mais informações sobre a vaga, como salário ou para qual email deverá enviar seu currículo.

O importante para conseguir encontrar sites grandes e oficiais do país de destino é efetuar as buscas através do Google digitando os termos na língua local.

Se possível altere também o final da URL (.com.br) para a sigla do país em questão (.pt para Portugal, .es para Espanha, .it para Itália e assim por diante). Essas configuração serão capazes de otimizar sua busca para melhores resultados.

Como procurar emprego no exterior pelo Linkedin

Agências de emprego no exterior

Uma vez que você já sabe qual será o seu país de destino, é hora de começar a pesquisar também as agências de emprego disponíveis onde deseja viver.

A exemplo, nomes como Kelly Services (atuante em mais de 30 países), Adecco (em mais de 60 países), Randstad (mais de 30 países) e a ManPowerGroup (em mais de 80 países) são empresas que certamente oferecerão aporte para empregos técnicos, operacionais e de qualificação superior.

Lembrando que a grande maioria das agências de emprego não funcionam gratuitamente no cadastro de novos candidatos. Nas plataformas online, por vezes será possível cadastrar-se, mas para utilizar de todas as ferramentas disponíveis, é preciso pagar uma mensalidade.

Outras possibilidades também podem ser realizadas ao efetuar o cadastro do currículo pessoalmente em uma das unidades das agências onde for procurar emprego fora do Brasil. 

Redes sociais

Grandes aliadas do mundo moderno na busca por um novo emprego, as redes sociais também funcionam bem quando falamos em procurar emprego fora do Brasil.

Em primeiro lugar, e com possibilidades mais reais nesse quesito temos o LinkedIn, a maior rede profissional disponível, e capaz de te conectar com grandes empresas em mais de 200 países.

Reunindo perfis reais de corporações de diversas áreas de atuação, através dali é possível criar o seu perfil, disponibilizar o seu currículo no idioma pretendido ou universaliza-lo em inglês, e então seguir algumas empresas de interesse, mantendo-se atento a possíveis networkings e divulgação de vagas em aberto.

Saiba tudo sobre visto de trabalho para a Europa

Caso tenha se candidatado a alguma oportunidade, esteja preparado, pois entrevistas por Skype são muito comuns; então mantenha o seu perfil também neste comunicador, o mais profissional possível – cuidado com o nome do ID e a foto de perfil.

Outras redes, como o Facebook e o Twitter também são boas alternativas para ficar de olho nas vagas divulgadas por cada empresa de interesse. Grupos do Facebook também são interessantes, mas costumam divulgar empregos mais abrangentes, para vagas que exijam menor qualificação.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...