Nuno Mendes
Nuno Mendes
16 jul, 2019 - 05:25
Petra

Petra: o maravilhoso tesouro da Jordânia

Nuno Mendes

Petra é uma cidade surpreendente, totalmente construída na pedra e com cores e vistas únicas. Saiba o que não pode deixar de visitar e ficar a conhecer.

O artigo continua após o anúncio

A antiga cidade de Petra foi considerada uma das “Maravilhas do Mundo“ e é, sem dúvida, uma das principais atrações turísticas da Jordânia. Foram os Nabateus, os principais responsáveis pela construção desta cidade, tomando conta do território desde o século V a.C.

Para além de um ótimo aproveitamento da pedra, esta cidade revela um importante controlo e conservação da água. Daí serem ainda hoje visíveis vestígios dos seus canais de água. Os encantos de Petra só começaram a ser redescobertos no século XIX e, atualmente, ainda é alvo de escavações arqueológicas.

PETRA: A CIDADE ESCULPIDA NA PEDRA

O, templo também conhecido como o Tesouro, não é o único ponto de interesse de Petra. Esta é uma cidade cheia de atrações patrimoniais e naturais, com uma vasta área de terreno montanhoso e desértico.

Em Petra, ao longo da principal via de acesso, que se estende após o Tesouro, surgem os túmulos reais e a “baixa” da cidade, onde se encontram o teatro romano, a rua colunada, o grande templo e uma imponente porta de entrada para o perímetro sagrado da cidade. Este é o núcleo central que continua a ser alvo de escavações e descobertas e que pode ser convenientemente explorado numa visita de apenas 1 dia.

Há bilhetes para visitar a cidade durante 1 a 3 dias, com um custo aproximado entre os 60€ e os 75€, respetivamente. Há ainda tours, a partir de Israel, onde é possível visitar o deserto, assim como as ruínas jordanas.

AL KHAZNEH

AL KHAZNEH

O Tesouro é, sem dúvida, o ex-líbris de Petra. Construído em inícios do século primeiro, este monumento destinava-se a servir de túmulo a um importante rei nabateu. De destacar a sua fachada imponente com 30 metros de largura e 43 metros de altura, totalmente esculpida na face rochosa. A sua cor rosada torna este complexo fascinante e capaz de captar toda a atenção de quem visita o local.

ALTAR-MOR DE SACRIFÍCIO

ALTAR-MOR DE SACRIFÍCIO

Este altar fica no cimo de uma montanha, a 1035 metros de altura. Para chegar até lá, é necessário subir os degraus gravados na pedra. Este é um dos locais de sacrifício mais bem preservado do mundo antigo.

No topo, consegue alcançar uma vista incrível sobre Petra, de onde pode admirar outros altares de sacrifício e cisternas de ablução. Ao descer, passará ainda por uma série de túmulos interessantes.

MOSTEIRO

Mosteiro

Este é um monumento do século I a.C., que fica também no cimo de uma montanha. São cerca de 800 degraus que podem ser subidos montado num burro, se as pernas já não aguentarem grandes caminhadas. É mesmo possível subir a enorme cúpula do mosteiro e deslumbrar-se com as vistas magníficas.

MUSEUS

Para quem quer ficar a saber mais sobre o património local, história e vestígios arqueológicos, pode e deve visitar, igualmente, os museus locais como o Museu Arqueológico de Petra e o Museu Nabateu de Petra, ambos recheados de achados das escavações feitas na região de Petra e que dão a conhecer o passado desta localidade fascinante.

PARQUE ARQUEOLÓGICO

O Parque Arqueológico de Petra tem uma área de 264me fica em Wadi Musa, Património Mundial da UNESCO, desde 1985. A paisagem é fantástica e as montanhas de um tom rosa único. Claro que a cidade nabateia de Petra, esculpida na rocha há mais de 2000 anos, é o principal ponto de interesse.

O artigo continua após o anúncio

DICAS DE VIAGEM

  • No Verão, o clima é muito quente e seco. No Inverno, a temperatura pode descer consideravelmente nas regiões montanhosas;
  • A moeda local é o dinar. Os cartões são geralmente aceites, principalmente nas maiores cidades;
  • É necessário um visto de entrada, que poderá ser obtido antes de partir numa Embaixada jordana, ou, no caso específico dos vistos de turismo, adquirido à chegada ao aeroporto de Amã. À saída do país tem de pagar uma taxa em dinares;
  • Recomenda-se que vá munido de um seguro. Os cuidados de saúde fora de Amã são básicos sendo aconselhado procurar tratamento na capital.Evite beber água da torneira e ingerir alimentos crus (excepto dos restaurantes de qualidade).
  • Os bilhetes para Petra de 2 ou 3 dias compensam mais do que o bilhete para apenas 1 dia.
  • Siga a sugestão e fique alojado em Wadi Musa.
  • Embora possa visitar Petra por si mesmo, há vários guias locais credenciados que podem acrescentar ainda mais informação à sua visita.
  • Se tiver disponibilidade, experimente fazer a visita noturna a Petra. É incrível!
Veja também