Os 11 países mais seguros do mundo

Além de saúde e conforto, o que muitos brasileiros desejam é que estivessem entre os países mais seguros do mundo. Confira o ranking e compare as pontuações

Certamente quanto pensamos em países mais seguros do mundo, o Brasil não é uma das opções. Sendo o fator segurança um dos principais motivadores para que o brasileiro deixe o seu país, nesse ranking não pontuamos nem entre os cem primeiros.

Como base comprovativa dessa afirmação, toma-se como base a décima edição do Índice Global da Paz (IGP), realizado anualmente pelo Instituto de Economia e Paz (IEP) e responsável por indicar quais são os países mais seguros do mundo, bem como os mais perigosos.

Os países mais seguros do mundo

Indo diretamente ao assunto, o estudo toma como parâmetro de avaliação 23 fatores distribuídos entre três categorias mais abrangentes – nível de segurança na sociedade, nível de conflitos internos e externos, e nível de militarização. A partir dessa análise, chegou-se a um número de 11 países mais seguros do mundo, dentre 163 nações.

O resultado é divulgado da seguinte forma: cada país avaliado é categorizado entre números de 1 a 5, onde quanto mais perto de 1, mais próximo de um estado de paz ele está; e quanto mais se aproxima do 5, mais propenso ao caos absoluto ele se encontra. Conheça os vencedores:

1º lugar: Islândia (1.192)
2º lugar: Dinamarca (1.246)
3º lugar: Áustria (1.278)
4º lugar: Nova Zelândia (1.287)
5º lugar: Portugal (1.356)
6º lugar: República Tcheca (1.360)
7º lugar: Suíça (1.370)
8º lugar: Canadá (1.388)
9º lugar: Japão (1.395)
10º lugar: Eslovênia (1.408)
11º lugar: Finlândia (1.429)

E o Brasil? Pois essa relação colocou as terras tupiniquins em 105º lugar, sob uma classificação de 2.176 pontos. Logo atrás de países como Estados Unidos, Camboja e Angola, ainda tivemos um déficit em relação ao índice do ano passado, caindo duas posições.

De acordo com os especialistas desse estudo, o Brasil ganhou tal posicionamento principalmente devido ao aumento em 15% de sua instabilidade política e deterioração em taxas de encarceramento e policiamento. Corrupção e um alto custo para a contenção da violência – estimados em 14% do PIB – também estão entre os fatores de justificativa.

Entre os países da América do Sul, o Brasil novamente fica para trás, sendo somente o 9º mais pacífico, estando à frente somente da Venezuela e Colômbia. Com relação ao resto do mundo, o Oriente Médio e o Norte da África continuam sendo as regiões mais violentas, e a Europa a mais pacífica – contudo, ataques de terrorismo e mortes decorrentes praticamente dobraram no continente dentro de um período de cinco anos.

Para ter acesso às demais posições nesse ranking e critérios de avaliação, clique aqui para conferir todos os resultados do Índice Global da Paz de 2016.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...