Conheça os 10 países mais ricos do mundo em 2017

O ranking dos países mais ricos do mundo considera o PIB per capita ajustado pela paridade do poder de compra dos cidadãos.

A revista Global Finance Magazine divulga anualmente seu ranking dos países mais ricos do mundo e também dos mais pobres. Em 2017, foram listados 189 países ao redor do globo e o Brasil está longe de

ser um dos mais prósperos, aparecendo apenas na 84ª posição.

Ao contrário de outros rankings, que levam em conta apenas o PIB (Produto Interno Bruto) do país, o da GFM considera o PIB per capita ajustado pela paridade do poder de compra, que leva em conta os custos de vida e as taxas de inflação. Dessa forma, é possível determinar o quanto os cidadãos do país podem comprar, e assim avaliar as condições de vida da população, e não apenas o quanto a nação produz.

Os países mais ricos do mundo em 2017

Em comparação com o ano anterior, a lista diverge em poucos pontos. Qatar e Luxemburgo seguem em primeiro e segundo lugar, respectivamente, enquanto Singapura, Brunei e Kuwait desceram uma posição. Noruega e Emirados Árabes Unidos caíram duas posições.

Surpreendentemente, EUA e Hong Kong saem da lista dos dez primeiros colocados e dão lugar a Macau, Irlanda e San Marino. O ranking completo pode ser conferido no site da GFM e os números representam o PIB per capita ajustado em dólares.

1. Qatar (US$ 129,726)

Localizado na Península Arábica, que ocupa uma península do Golfo Pérsico, o Qatar tornou-se um dos países mais ricos do mundo devido às suas receitas geradas pelo petróleo e gás natural, que o tornaram uma potência de exportação dos recursos energéticos.

O Qatar também vai acolher a Copa do Mundo FIFA de 2022, o que vem aumentando os investimentos no país.

2. Luxemburgo (US$ 101,936)

Situado na Europa Ocidental, está localizado entre a Bélgica, França e Alemanha, com uma economia altamente desenvolvida, o país tem como base política a democracia parlamentar.

Boa parte da renda do seu PIB vem do setor industrial e de serviços, esse último muito forte e estável.

3. Macau (US$ 96,147)

Desbancando Singapura, Macau possui um PIB de 96 mil euros e vem crescendo em nível econômico, em especial por conta do turismo e o setor do jogo, duas atividades potencialmente rentáveis dessa região administrativa especial chinesa.

4. Singapura (US$ 87,082)

Localizado na Ásia, o país chegou ao valor de 87 mil euros per capita devido a uma economia fortemente voltada aos serviços e a indústria.

Além da grande quantidade de cassinos, Singapura também ocupa posição privilegiada na refinação de petróleo global, o que o torna facilmente um dos países mais ricos do mundo.

5. Brunei Darussalam (US$ 79,710)

Você pode nunca ter ouvido falar desse estado soberano localizado no sudeste asiático, cuja economia é voltada basicamente para o setor de exportações de recursos minerais, tais como petróleo, gás natural e carvão. A exportação florestal e de pesca também são fortes por lá.

6. Kuwait (US$ 71,263)

Situada no nordeste da península arábica, na Ásia Ocidental, seus produtos petroquímicos e suas contas de petróleo correspondem a boa parcela do PIB nacional e das receitas de exportação.

A baixa do preço petróleo até rebaixou o Kuwait no ranking dos países mais ricos do mundo, mas não o suficiente para impedir seu crescimento em outros setores.

7. Irlanda (US$ 69,374)

Um dos países mais procurados pelos brasileiros figura na lista dos mais ricos de 2017, incentivado pelo PIB de mais de 69 mil euros.

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Irlanda é um dos melhores do mundo, junto dos bons números que medem o grau de democracia e liberdade de imprensa, econômica e política.

8. Noruega (US$ 69,296)

País nórdico da Europa setentrional, manteve-se no ranking dos países mais ricos do mundo graças aos seus recursos naturais, como o petróleo, gás, hidroeletricidade, pesca, florestas e minerais – o setor petrolífero, em
especial, é o responsável pelos bons índices de padrão de vida.

9. Emirados Árabes Unidos (US$ 67,696)

País árabe localizado no Golfo Pérsico, é formado por uma confederação de monarquias árabes e se destacou, nos últimos anos, no setor de importação de bens manufaturados.

O governo investiu na melhoria da capacidade do país em atrair investimentos estrangeiros para áreas inovadoras, como a tecnologia. Dubai é responsável também por atrair cada vez mais turistas.

10. San Marino (US$ 64,443)

Outra novidade no ranking dos países mais ricos do mundo é o pequeno europeu San Marino, de apenas 61 metros quadrados de dimensão, mas com o turismo como principal fonte de renda, além dos setores bancários, de cerâmicas e de produtos eletrônicos.

Os 10 países mais pobres do ranking

Em contrapartida, a lista do GFM também listou quais são os países com menor poder de compra ajustado segundo o PIB per capita. Confira:

  • República Central Africana: US$ 656
  • República Democrática do Congo: US$ 784
  • Burundi: US$ 818
  • Libéria: US$ 882
  • Nigéria: US$ 1,113
  • Malawi: US$ 1,139
  • Moçambique: US$ 1,228
  • Guiné: US$ 1,271
  • Eritreia: US$ 1,321
  • Madagascar: US$ 1,504

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...