Camila Griguc
Camila Griguc
19 out, 2017 - 13:38
nome sujo pode tirar passaporte

Quem está com o nome sujo pode tirar passaporte?

Camila Griguc

Essa é uma dúvida frequente: quem está com o nome sujo pode tirar passaporte? Será que a má fama na praça pode comprometer as suas possíveis férias?

Imagine a seguinte situação: você precisa ou quer tirar o seu passaporte mas está com o nome sujo ou negativado na praça. O que fazer? Será que uma coisa impede a outra? Leia este artigo até o fim e entenda se quem está com o nome sujo pode tirar passaporte ou não.

Pode ou não pode?

Fique tranquilo, quem está com nome sujo pode tirar passaporte tranquilamente, não existe nenhuma restrição nesse sentido. Inclusive, pode tirar o visto para os EUA e demais países sem nenhum problema.

Viagens só podem ser restritas por ordem judicial. Além disso, a Polícia Federal (PF), órgão responsável por emitir passaportes, não faz qualquer consulta relacionadas a negativações de nome. O mesmo vale para consulados que emitem os vistos para diferentes países.

Como tirar seu passaporte

Você já sabe que quem tem o nome sujo pode tirar passaporte tranquilamente, certo? Porém, se você está com nome sujo, indica que tem dívidas e, provavelmente, terá problemas com a taxa de pagamento do passaporte, que custa entorno de R$ 250,00. Sem a taxa paga, é impossível ter o documento. Você precisa quitar o boleto de Guia de Recolhimento da União (GRU) antes de iniciar o procedimento.

O documento é emitido pela Polícia Federal e é preciso comparecer em um de seus postos duas vezes: uma para tirar as digitais e fazer a foto e outra apenas para retirar o passaporte pronto.

Procedimento para fazer o passaporte: 

  1. Reúna a documentação necessária;
  2. Preencha a solicitação no site da Polícia Federal;
  3. Pague a taxa de emissão;
  4. Agende a data de atendimento;
  5. Compareça ao posto da Polícia Federal;
  6. Retire seu passaporte.

Implicações de ter o nome sujo

A partir do momento que o seu nome entra como inadimplente nos órgãos de proteção ao crédito, ou seja, fica oficialmente sujo na praça, você perde o acesso a crédito fácil e barato no mercado financeiro, seja em bancos ou lojas. Isso pode complicar, e muito, a sua vida.

Como o nome sujo, os serviços abaixo serão para você como um sonho distante:

  • Cheque especial.
  • Cartão de crédito.
  • Crédito pré-aprovado.
  • Financiamentos.
  • Emissão de cheques.
  • Empréstimos com juros mais baixos.

Caso você necessite e consiga algum empréstimo para uma emergência, pagará certamente juros exorbitantes. Além disso, um ponto muito importante é que muitas empresas não contratam funcionários com o nome sujo na praça. Embora não seja uma regra, acontece frequentemente de empresas consultarem o nome de um possível funcionário e descartarem devido a sua inadimplência.

Viajar ou pagar contas?

Tudo bem, quem tem o nome sujo pode tirar passaporte. Mas não faz sentido você estar endividado e viajar a lazer. Tirar férias ou conhecer um lugar novo faz muito bem, alivia o estresse e com certeza te ajudará a viver melhor, além da possibilidade conhecer novas culturas. Porém, de nada adianta planejar tudo isso e não conseguir dormir à noite preocupado com os boletos.

O ideal é que antes de qualquer gasto você reavalie sua vida financeira e foque em pagar as dívidas. Se você pretende fazer uma viagem para o exterior com o nome sujo, provavelmente possui dinheiro em espécie, já que não tem acesso a cartões de crédito. Essa incongruência pode trazer alguns momentos felizes, mas uma sequência de chateações.

Nossa dica então é: junte esse dinheiro e fique livre das dívidas. Cancele cartões, cortes gastos desnecessários, aprenda a viver com o que você ganha e saia definitivamente do vermelho. Depois disso, você precisa aprender a guardar dinheiro para realizar os seus sonhos, como uma viagem para o exterior, por exemplo.

Viajar com dinheiro guardado e orçamento planejado é muito melhor e com certeza te dará uma vida mais tranquila e plena. Aqui no Hintigo nós falamos muito sobre economia e viagem, aproveite para aprender como quitar suas dívidas e a viajar gastando menos e aproveitando mesmo assim. Vale a pena, aproveite!