Estas são as motos preferidas das mulheres

Confortáveis, práticas e econômicas, as motos para mulheres representam segurança em termos de transporte de volumes e uso de roupas. 

O segmento motociclistico, outrora dominado por homens, vem conquistando cada vez mais espaço também entre o público feminino. Seja como meio de transporte ou para lazer, o número de mulheres com habilitação na categoria A chegou a 26% em 2015 contra 19% em 2005, segundo dados do Denatran.

Em 2015 o país contava com mais de cinco milhões de motociclistas de batom. O mercado, percebendo essa demanda, passou a atender às exigências de motos para mulheres de acordo com suas necessidades. Confira quais são os principais modelos.

Veja também: Os principais acessórios para motos do mercado

Conheça as motos favoritas para mulheres

Entre as razões que explicam o aumento do número de mulheres motociclistas estão a facilidade de locomoção – estatisticamente, as mulheres circulam muito mais pelas ruas da cidade –, a crescente independência feminina e a má qualidade do trânsito.

Conforto, praticidade, leveza e espaço para levar pertences são algumas das características essenciais nas motos para mulheres. Destacamos a seguir as preferidas do público feminino.

DAFRA SMART JOY (R$ 6.990)


 

As scooters são modelos econômicos e práticos para quem vive na correria, além de fáceis de dirigir.

A scooter Dafra Joy foi pensada desde o seu projeto para as mulheres, com base em pesquisas feitas pela montadora. Com 125cc, a Smart Joy conta com câmbio automático CVT, palheta de cores personalizável e um elemento muito importante: um espaçoso compartimento para objetos embaixo do banco, ideal para guardar a bolsa.

HONDA LEAD (R$ 7.209)

Praticidade é o principal atrativo da Honda Lead, que conta com uma vasta plataforma para apoio dos pés e boa proteção para as pernas, que permite o uso de saias e vestidos sem problemas.

Partida elétrica, câmbio automático e um ótimo espaço para acomodar pertences, além da praticidade, leveza e facilidade para manobrar, são outros pontos positivos dessas motos para mulheres.

A motociclista pode, inclusive, usar salto alto, já que essa scooter não conta com câmbio nem freio traseiro acionado pelos pés.

Saiba quais foram as motos mais roubadas em 2016

SUZUKI INTRUDER 125 (R$ 6.990)

Saindo um pouco do terreno das scooters, a Intruder 125cc é uma boa opção entre motos para mulheres pela sua altura relativamente baixa.

A simpática custom conta com assento amplo e guidão largo, o que deixa a motociclista numa posição de pilotagem confortável. Por ser leve, é fácil de conduzir e seu bagageiro possibilita o transporte de um razoável volume.

HONDA BIZ 100CC E 125CC (R$ 6.000 E R$ 7.970)

Segundo pesquisa da Honda, mais de 70% do público consumidor da Honda Biz é feminino. Um dos principais motivos é a ausência de manopla de embreagem, apesar de exigir trocas de marchas mecânicas.

Não apenas isso, essas motos para mulheres, embora pequenas, possibilitam viagens um pouco mais longas, podendo até ser utilizadas para viagens curtas. Com versões flex e baixo custo de manutenção, é ideal para mulheres econômicas.

HONDA CG 125/150

Uma das melhores motos para mulheres na relação custo benefício, a Honda CG é líder de vendas no Brasil.

Prática, com motor potente e baixíssima depreciação no mercado, o modelo não é dos mais leves, mas vale o investimento.

YAMAHA FAZER 150 (R$ 8.190)

Obviamente, nem todas as motos para mulheres precisam ser motos pequenas ou scooters.

Para as que valorizam um design street e um pouco mais de potência, a Fazer 150 pode ser uma ótima escolha, embora não ofereça tanto conforto e acomodação para volumes maiores.

Quem aprecia a parte estética também vai encontrar mais vantagens nesse modelo – bem diferente das motos leves e práticas.

Lançamentos de motos para 2017

SUZUKI BURGMAN 125i (R$ 9.490)

A Suzuki Burgman é a pioneira das scooters no Brasil, e de cara fez (e continua fazendo) sucesso com o público feminino.

Ela tem todas as características procuradas pelas mulheres: uma boa plataforma para os pés, espaço embaixo do banco para guardar coisas e segurança para usar qualquer tipo de vestimenta. Conta também com um gancho porta sacola/bolsa, ponto positivo nas motos para mulheres.

O ponto não tão atraente é o preço, um dos mais salgados da categoria.

FreeWheeler (US$ 26.339)

Essa é para as mulheres apaixonadas por velocidade, potência e aventura. Não existe modelo mais indicado do que uma poderosa Harley Davidson, que em 2015 apostou no modelo FreeWheeler para elas.

Menor, mais leve e estreito, oferece facilidade para pilotar e um pequeno baú traseiro para cargas. O triciclo, porém, não chegou ao Brasil por conta dos altos impostos , que tornariam o valor muito alto.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...