Motor flex: quando usar gasolina ou etanol

Saiba quando e porque utilizar etanol ao invés de gasolina em carros com motor flex e quando um dos combustíveis representa mais economia.

Uma dúvida que persiste entre motoristas, inclusive proprietários de carros como motor flex, é sobre a frequência com que deveria abastecer com cada combustível. Há quem diga que encher o tanque por tempo demais apenas com etanol ou gasolina provoca um certo “vício” no motor.

Fato é que existem sim, detalhes técnicos que, quando observados, tornam um combustível mais atraente. Continue lendo o artigo, feito pensando em você, que quer saber mais sobre quando usar gasolina ou etanol.

3 problemas comuns em carros flex

Motor flex pode viciar em um só combustível?

Antes de mais nada, é importante destacar que um motor flex jamais vicia. Na verdade, motor nenhum no mundo pode se viciar em nada, uma vez que operam por princípios termodinâmicos, físicos, químicos e mecânicos.

Motores bicombustíveis são projetados para rodar normalmente a etanol, gasolina ou ambos simultaneamente. Todo carro como essa motorização é equipado com uma central eletrônica, capaz de identificar cada um dos combustíveis e equilibrar a mistura.

O que acontece, na verdade, é que, após mudar para etanol ou gasolina, recomenda-se rodar alguns quilômetros. Assim, a central terá tempo para identificar qual o produto está circulando no motor, podendo realizar os ajustes necessários.

As diferenças entre etanol e gasolina

São muitas as diferenças entre etanol e gasolina, além da própria origem de cada combustível. Para começar, o etanol é composto por apenas um hidrocarboneto em sua estrutura, o que torna sua queima mais limpa, pois não deixa resíduos.

Já a gasolina é uma mistura de diversos tipos de estruturas químicas, cada uma com um tempo de queima distinto. Sendo assim, alguns hidrocarbonetos na gasolina não queimam completamente, gerando carbono como resíduo.

No caso do etanol, é importante destacar que uma parte do líquido que sai das bombas de combustível para o tanque do carro tem água misturada. Isso não significa, entretanto, que o etanol não tenha impurezas, muito pelo contrário.

Diversos resíduos com origem no bagaço da Cana de Açúcar estão presentes no etanol, tornando-o tão impuro quanto a gasolina.

No tanque de partida a frio, só gasolina

Se tem um tanque em carros com motor flex em que só entra gasolina, é o de partida a frio. O etanol, por suas propriedades, demora mais a produzir calor, se comparado com o derivado do petróleo

Essa demora, nos carros antigos a álcool, é que tornava a vida dos motoristas que vivem em regiões frias muito mais difícil na hora de ligar o carro. Quem teve carro na década de 80 deve lembrar de que era necessário deixar o motor “esquentando” antes de sair. Se o procedimento fosse ignorado, o carro morria.

A solução para essa dificuldade, percebida em temperaturas abaixo de 15 graus, foi a invenção do tanque de partida a frio. Ele funciona como um auxiliar no arranque, e só deve ser abastecido com gasolina. De preferência aditivada e renovada periodicamente.

Carros flex mais econômicos do Brasil

A economia proporcionada pelo etanol

Cada combustível tem uma taxa energética que lhe é característica. No caso do etanol, essa taxa representa 70% do poder energético da gasolina. Essa diferença, logicamente, torna o etanol um combustível que rende menos quilômetros por litro.

Claro que não se pode deixar de observar a diferença nos preços de cada um. Há estados brasileiros que, por serem produtores de etanol, como São Paulo e Goiás, podem vender o combustível a preços menores.

De qualquer forma, a conta para saber se vale mais a pena abastecer com gasolina ou etanol é simples. Se o preço do litro do etanol representar até 70% do preço do litro da gasolina, então compensa abastecer com etanol. Do contrário, a preferência deve ser pela gasolina.

Essa proporção, como se pode perceber, vem da diferença energética entre cada combustível. Entretanto, elas param por aí. Os motores flex aceitam sem problemas tanto álcool quanto gasolina. Nenhum deles pode causar qualquer problema, a não ser que esteja adulterado.

Na Web

você pode gostar também