6 lançamentos de motos para 2017

Em 2017, as montadoras estão com artilharia pesada para garantir boa performance nas vendas de motos, dos segmentos mais caros até os mais populares. Confira!

O ano de 2017 tem tudo para ser marcante para os fãs de motos, das mais leves e simpáticas até as que são consideradas verdadeiros monstros sobre duas rodas. A Honda, líder inconteste de vendas no Brasil, deve continuar na dianteira, mas montadoras como Yamaha, Kawasaki e Ducati também têm seus trunfos.

Lançamentos de motos para 2017

Veja a seguir quais são os lançamentos de motos mais aguardados para os próximos 12 meses.

1. Yamaha MT-03

A sigla já diz quase tudo, afinal MT vem de Master of Torque…a MT-03 da Yamaha é livremente inspirada, segunda a própria montadora, nas linhas do Guepardo, o mais rápido animal terrestre. Isso significa uma cauda mais longa, cabeça reduzida e coluna flexível. Também é considerada uma moto leve, apenas 166 kg, que garante mais agilidade nas manobras. Pode não parecer, mas trata-se de uma moto de média cilindrada, com 321 cc de potência, câmbio de 6 marchas, 42 cv e rodas de liga leve 17 polegadas.

Preço: R$ 18.790,00 sem freios ABS e R$ 20.790,00 com ABS.

2. Yamaha XSR 900 Abarth

Aqui, o assunto fica um pouco mais sério no quesito cilindrada. A XSR conta com 900 cc de muito charme, e não é exagero dizer, já que esta é uma rara Café Racer, motos com linhas mais clássicas, aproximando-se do estilo vintage. Para ficar ainda mais interessante, a Abarth só terá nesse ano 695 unidades produzidas, e nada mais. Ainda sem previsão de lançamento no Brasil, esta será uma moto para poucos privilegiados, tanto pela dificuldade em encontrá-la quanto pelo seu preço.

Preço: R$ 40 mil (cerca de R$ 10 mil libras, seu preço na Europa)

Yamaha XSR 900 Abarth

Foto: Divulgação Yamaha

3. Honda Pop 100

Claro que uma lista com os lançamentos de motos para 2017 não poderia deixar de citar a Pop, a pequena notável da Honda, com 100 cc de muita facilidade para pilotar. Com apenas 87 kg, a Pop conta com 4 marchas e é abastecida somente à gasolina. A novidade em 2017 é a injeção eletrônica de combustível, embora a Honda pudesse ter tentado dar um jeito na partida, ainda a pedal.

Preço: R$ 5.355,00

Comprar moto semi nova vale a pena?

4. Ducati Panigale 1299

Um monstro com 205 cv de potência em duas rodas, assim poderia ser definida a Panigale, da Ducati, que discretamente opera no Brasil desde 2012. A 1299 é a sucessora de 1199, mais potente e dona do título de moto de dois cilindros mais potente do mundo. Conta com câmbio Quick Shift, que permite a troca de marchas manualmente, sem precisar tirar a mão do acelerador. A nova Ducati Panigale 2017 é realmente uma moto com potência para dar e vender, com torque de 14,8 kgf.m a 8.750 RPM.

Preço: R$ 79.900,00

Ducati Panigale 1299

Foto: Divulgação Ducati

5. Kawasaki Ninja ZX-10R

Uma Ninja sempre será sinônimo de potência e design arrojado onde quer que vá. A ZX-10R não é diferente, e em 2017 contará com 998 cc, 16 válvulas e câmbio de 6 marchas. Como não poderia deixar de ser, é uma moto pesada, com 206 kg de “músculos” para motociclista nenhum botar defeito. Claro, a potência é compatível com um porte dessa envergadura, chegando a 210 cv na potência máxima com Ram Air, sistema que faz com que o ar admitido, ao ser misturado ao combustível, faz com que a moto ganhe até 30 cv a mais de força.

Preço: R$ 70.990,00

6. Yamaha XTZ 150 Crosser

A Yamaha caprichou na sua aposta para a categoria cross em 2017. A XTZ Crosser terá painel digital exclusivo, 150 cc, injeção eletrônica e, mesmo sendo uma cross, tem assentos relativamente confortáveis em dois níveis, diferente da maioria das congêneres. Completanto o pacote, a Crosser terá câmbio de 5 marchas e sistema de partida elétrico.

Preço: versão E – R$ 9350,00 / versão ED R$ 10.515,00

Yamaha XTZ 150 Crosser

Foto: Divulgação Yamaha

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...