Juros de cheque especial: entenda como funciona e como é calculado

Tenha atenção ao utilizar o crédito disponível pelo banco em sua conta corrente, pois juros de cheque especial são altos. Entenda o motivo e aprenda a calcular este valor.

O cheque especial nada mais é do que um contrato entre a instituição bancária e o cliente para fornecer um crédito extra vinculado à conta corrente. Este limite de crédito é estipulado de acordo com a renda e a movimentação bancária. Porém, os juros de cheque especial são um dos mais altos em termos de linhas de crédito (juntamente com o cartão).

O pagamento, geralmente, é realizado no primeiro dia útil de cada mês, já descontado diretamente da conta do cliente. A cobrança se refere aos juros sobre o valor e o período utilizado.

Entenda os juros de cheque especial

Os juros são basicamente um “aluguel” que você paga para usar um dinheiro que não é seu. No caso do empréstimo, como é o cheque especial, você está pegando um dinheiro emprestado do banco e, para isso, você paga uma taxa que é considerada é chamada de taxa de juros.

O juros de cheque especial são altos pois, diferentemente de outros empréstimos, o banco não sabe quando terá o dinheiro de volta, nem se você poderá pagar. Ele apenas espera cair algum valor na sua conta para descontar. Por esse risco, os juros são bem altos.

É preciso ter atenção e conversar com o gerente do seu banco sobre essas informações. Em algumas instituições há um prazo de dez dias antes que comecem a ser cobrados os juros de cheque especial. Se você realizar o pagamento dentre esses dias, não pagará nada a mais. Porém, se passar um dia a mais (onze dias), será cobrado o valor total desses onze dias.

Como calcular os juros de cheque especial

Para saber quanto você pagará de juros de cheque especial, caso precise dele, divida a taxa mensal de juros de seu banco por 30 para saber qual é o percentual cobrado por dia. Por exemplo, em um banco com a taxa de 9,84% ao mês, o valor ao dia fica em torno de 0,32%. Depois, multiplique o número de dias em atraso pela taxa de juros ao dia. Se a taxa de juros diária é 0,32% e o cliente atrasa o pagamento por 14 dias, os juros sobre o valor devido será de 4,48%. Agora, aplique o juros na dívida. Se o saldo devedor nesse caso é de R$ 600, os juros de 4,48%, referente aos 14 dias, aumentarão a dívida em R$ 26,88.

Resumindo: não vale a pena! Tente utilizar só em casos de extrema urgência.

Taxa de juros de cheque especial

Cada instituição bancária é livre de determinar a taxa de juros aplicadas à esse tipo de cobrança. Em junho de 2017, a taxa de juros de cheque especial ficou em 322,6 % ao ano, com redução de 2,5 pontos percentuais em relação a maio.

Confira a média de taxa praticada em cinco grandes bancos brasileiros nos últimos meses:

  • Caixa Econômica Federal – 13,55%
  • Banco do Brasil – 12,84%
  • Bradesco – 13,41%
  • Itaú – 13,15%
  • Santander – 15,35%

Saldo e crédito do cheque especial: cuidado para não confundir

Em alguns bancos o valor de saldo da conta é “misturado” com o crédito disponível do cheque especial. Portanto, lembre-se de conferir o valor real que você tem em conta, para não utiliza-lo e ter que pagar os juros de cheque especial.

Caso não queira que este valor esteja disponível é possível solicitá-lo ao gerente do seu banco. Mas lembre-se de pedir um documento formal, para não ser cobrado indevidamente pelo uso do crédito.

Lembre-se!

Caso tenha a necessidade de utilizar o dinheiro disponível do cheque especial, lembre-se de quitar a dívida o mais rápido possível, para não pagar caro, uma vez que os juros cobrados são altos.

Como usar o cheque especial sem se endividar

O ideal é sempre que você não utilize o cheque especial. Mas, se precisar, siga as dicas abaixo:

  • Utilize o cheque especial por curtos períodos. Contando os dias livres dos juros.
  • Utilize para pagamentos pequenos. Se você precisar pagar dívidas mais caras, procures por outro tipo de crédito.
  • Lembre-se que ele não é parte da sua renda.

Além disso, a dica de sempre também se encaixa aqui, tenha uma vida financeira organizada para não precisar nem cogitar entrar nos juros de cheque especial.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...