Guia IRPJ 2017: tudo que você precisa saber

O IRPJ 2017 deve ser declarado por empresas, pessoas jurídicas, firmas e sociedades informais. Saiba mais dados e confira os tipos de tributação existentes.

O Imposto de Renda Pessoa Jurídica é uma tributação a ser paga ao governo, tal qual o Imposto de Renda Pessoa Física, por pessoas jurídicas e empresas individuais. As regras e alíquotas são diferentes do Imposto de Renda Pessoa Física, e por isso empresários devem ficar atentos para evitar cair na malha fina. Saiba como fazer a declaração, o prazo de entrega e quem deve declarar o IRPJ 2017.

Quem deve declarar IRPJ 2017

Pessoas jurídicas e empresas individuais com CNPJ, operantes e registradas no país devem fazer a declaração do IRPJ 2017, caso contrário podem ser acusados de sonegação fiscal. Até mesmo firmas e sociedades informais, que não estejam devidamente registradas, devem declarar o imposto.

Empresas filantrópicas e instituições com fins recreativos, culturais e científicos estão isentas de declarar IRPJ 2017.

Veja também: Quem deve declarar imposto de renda?
 

Como declarar

As empresas são tributadas em Simples Nacional, Lucro Presumido, Lucro Real e Lucro Arbitrado, e o cálculo da tributação varia de um para o outro. No site da Receita Federal é possível consultar as especificações.

O cálculo é feito com base no modelo de tributação referente à empresa. É aplicada uma alíquota de 15% em cima do valor líquido arrecadado, mas empresas que arrecadarem valor superior a R$ 20 mil ao mês poderão pagar 10% a mais em cima dessa alíquota – no caso do Lucro Real. 

O imposto é determinada com base no tipo de tributação, que pode ser presumido, arbitrado e real – nesse último, caso o contribuinte opte, pode ser feita apuração por período anual.

No Lucro Presumido existe uma tabela, que varia entre 1,6% e 32%, que o governo use como base para presumir o percentual de lucro da empresa e alicar a taxa de 15% em cima do montante. 

Veja também: Passo a passo para consultar extrato do FGTS

Empresas cadastradas no regime do Simples Nacional não precisam se preocupar, já que o IRPJ está incluso na guia de impostos acordados em um único pagamento, integra a alíquota e varia de acordo com a emissão de notas fiscais e com o faturamento.

A declaração do IRPJ 2017 é simples e feita exclusivamente pelo site da Receita Federal. O calendário difere de acordo com a tributação da empresa, portanto é preciso ficar atento às informações no site.
 

IPRJ Trimestral

Ao contrário do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), os períodos de apuração do IRPJ podem são trimestrais, podendo ser anuais caso o contribuinte com tributação real escolha essa opção. 

A entrega da declaração deve ser feita nos dias 31 de março, 30 de junho, 30 de setembro e 31 de dezembro. Entregas fora do prazo podem gerar multas de até 20%.

É recomendado contar com a ajuda de um contador para evitar erros e atrasos. Caso haja incorporação, fusão ou cisão, a apuração deverá ser efetuada na data do evento.

Veja também: O que é IRRF: como calcular, vencimento e restituição

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...