Quanto custa fazer intercâmbio no Japão

Veja quando custa fazer Intercâmbio no Japão. Aprenda um  novo idioma, tenha contato com outra cultura e conheça as oportunidades de bolsas do governo japonês.

Quer saber quanto custa fazer intercâmbio no Japão e ter uma experiência fora do comum? Longe dos destinos batidos da Europa e dos Estados Unidos, o intercâmbio no Japão pode ser uma experiência enriquecedora para quem quer interagir com uma nova cultura, aprender um idioma oriental e viver bem longe de casa num ritmo agitado. As opções mais procuradas são Tóquio e Nikkō. Abaixo, saiba mais sobre esse destino fora do comum.

Trabalhar no Japão vale a pena?

Quanto custa fazer intercâmbio no Japão

Morar em Tóquio, durante um intercâmbio no Japão, pode ser comparado a morar em São Paulo. A densidade demográfica de Tóquio é praticamente a mesma. Também há o trânsito caótico, mas a diferença é que os habitantes podem fugir desse mal com um sistema de transportes classificado entre os melhores do mundo, com mais de 400 estações de metrôs.

Moradia

Por toda a infraestrutura de uma capital e polo tecnológico e empresarial do Japão, o custo de vida em Tóquio, especialmente no que diz respeito aos aluguéis, pode sair caro. Para viver em um apartamento de 1 dormitório no centro da cidade, é preciso desembolsar cerca de R$ 4.790. Em regiões mais afastadas (mas ainda assim guarnecidas com transportes), o preço fica em torno de R$ 2.482. Os gastos com internet, água, luz e telefone também devem ser levados e conta quando queremos saber quanto custa fazer intercâmbio no Japão, pois eles custam cerca de R$ 600 por mês, em média.

Transportes

Também pela infraestrutura dos transportes, a passagem não sai barata. O passe mensal no metrô custa R$ 336. Uma corrida de 1km de táxi sai por volta de R$ 30 e 1 litro de gasolina custa R$ 3,44.

Alimentação e mercado

Se fizer intercâmbio no Japão, especificamente em Tóquio, prepare-se para comer muita comida japonesa, é claro. Mas a variedade dos pratos não é como conhecemos aqui, em combos. Os restaurantes kaitenzushi são muito comuns: ao invés de um rodízio servido por garçom, os pratos passam em esteiras rolantes e o cliente pode pegar os que preferir. Por lá, existe tecnologia até nas refeições.

Quem curte o estilo ocidental de fast food vai desembolsar R$ 19 por um combo no Mc Donald’s. Mas não vá para lá esperando pagar pouco em bebidas: uma latinha de cerveja custa R$ 7 nos supermercados (nos restaurantes pode ser mais caro). 

Acostume-se com a culinária oriental. A dica é valiosa, porque queijo, ovos e pães não são lá a coisa mais barata que o intercambista encontrará no Japão. Um quilo de queijo custa R$ 60 e uma dúzia de ovos, R$ 9.

Lazer

Para saber quanto custa fazer intercâmbio no Japão também deve levar em consideração o lazer. Ir ao cinema também não é algo barato para se fazer em Tóquio: assistir a uma sessão custa nada menos do que R$ 47,5. Malhar é caro: a mensalidade de uma academia custa R$ 333. Se desistir de malhar e resolver fumar, vai pagar mais de R$ 12 por um maço de cigarros.

Existem bolsas de estudos?

A principal bolsa de estudos para fazer intercâmbio no Japão é a MEXT, oferecida pelo consulado do Japão no Brasil. Quem vive em São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Triângulo Mineiro deve se candidatar às bolsas de estudos no Japão pelo Consulado Geral de São Paulo. Demais estados e regiões, consultar clicando aqui

As bolsas oferecem uma quantia mensal para despesas, arcam com as passagens de ida e volta do aluno e isenção de taxas escolares. Cada modalidade de estudo deverá ser inscrita em uma bolsa diferente, com requisitos, período e valores também diferentes e as inscrições presenciais ou por procurador no Consulado são gratuitas. Veja abaixo quais são as opções disponíveis.

Pesquisa (pós-Graduação) 

Oportunidade de realizar uma pesquisa em instituição de ensino japonesa, podendo ser prorrogada para mestrado ou doutorado mediante aprovação prévia na universidade de destino. Para quem não tem conhecimentos do idioma, é ministrado um curso básico de japonês nos seis primeiros meses de bolsa. Você confere as informações e requisitos clicando aqui

Graduação 

Essa bolsa é destinada para quem deseja cursar a graduação completa durante o intercâmbio no Japão e o pacote da bolsa inclui também um ano de curso preparatório no idioma ministrado antes do início das aulas na universidade. Consulte os requisitos, documentos e informações clicando aqui

Escolas Técnicas Superiores

As Escolas Técnicas Superiores oferecem cursos voltados para engenharia e outras áreas técnicas. Para os estudantes japoneses formados no 1º grau (equivalente a 9 anos de estudo), o curso tem duração de 5 anos. No caso desta bolsa oferecida pelo MEXT, o bolsista brasileiro ingressa no 3º ano destes cursos, após 1 ano de curso de língua japonesa. Os bolsistas com bom desempenho poderão ainda, solicitar a prorrogação da bolsa por mais 2 anos, transferindo-se para o 3º ano do curso universitário (com exceção do curso de marinha mercante). Mais informações aqui

Curso profissionalizante 

Essa é uma oportunidade de cursar integralmente um curso profissionalizante numa instituição de ensino japonesa. Esta bolsa visa proporcionar o aprendizado de técnicas e conhecimentos necessários para a vida profissional. Clique aqui e saiba mais. 

Treinamento para professores 

Bolsa para realização de pesquisas em universidades japonesas relacionadas à educação escolar. O programa tem como público alvo: professores, orientadores pedagógicos, assistentes educacionais, diretores, etc., do ensino infantil, fundamental e/ou médio que tenham o interesse de aprofundar os seus conhecimentos na área da educação e aplicá-los em suas escolas no Brasil. Clique aqui e saiba mais. 

Língua e cultura japonesa 

A bolsa é oferecida aos estudantes do curso de Letras com habilitação em Língua Japonesa que desejam aprofundar os seus conhecimentos no idioma mediante a realização de um intercâmbio no Japão. Mais informações clicando aqui

As inscrições de bolsas MEXT para 2017 já se encerraram. No entanto, o estudante que tem interesse nos próximos anos, pode ficar ligado no site da embaixada do Japão no Brasil. 

Como é morar no Japão e por que este país pode mudar a sua vida

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...