Melhores universidades para fazer intercâmbio na Europa

Nem só de paisagens bonitas se faz um intercâmbio na Europa. Conheça quais são as melhores universidades e os valores médios para estudar em cada uma delas.

Além de pensar em qual país morar, é preciso levar em consideração a Universidade em que passará o período de estudos. De que adianta escolher a cidade para um intercâmbio na Europa, sem pensar se a Universidade local é reconhecida no Brasil e se vai acrescentar no seu currículo? Sim, exige muita pesquisa, pois até para as coisas divertidas da vida, como morar fora do país, é preciso pensar em uma série de fatores, como o valor dos estudos e dos documentos necessários para realizar essa grande experiência de vida.

Intercâmbio na Europa

Listamos algumas das melhores Universidades de alguns dos destinos mais procurados para intercâmbio na Europa, conforme preço e reputação acadêmica.

1. Universidade de Oxford – Inglaterra

intercâmbionaeuropa

Esta é a segunda Universidade mais antiga da Europa, em suas cadeiras já se sentaram mais de 50 contemplados do prêmio Nobel e diversos líderes mundiais. A qualidade de seu ensino e a estrutura de pesquisa disponível nos campus são famosas no mundo todo. É uma das mais disputadas e reconhecidas do globo, com destaque para as áreas de Ciências Naturais e Direito.

Preço: varia entre 16 e 30 mil libras por ano, para alunos internacionais. É bom pesquisar antes, porque se o aluno for cursar todo o curso em Oxford, o ensino médio brasileiro pode não ser suficiente, por diferenças e enfases no ensino. Existem também opções de bolsas integrais, mas são extremamente concorridas.

Considerações: por não se localizar na capital inglesa, as dispesas ficam um pouco mais baratas do que se fosse, por exemplo, em Londres. Isso possibilita ao estudante opções mais viáveis de aluguel, transporte e alimentação. Vale ressaltar que, para conseguir uma vaga nesta Universidade é preciso apresentar o IELTS, exame de proeficiência na língua inglesa, com nota mínima de 7.5 em cada habilidade.

Lema: Dominus Illuminatio Mea (o Senhor é minha luz)

2. Universidade Freie de Berlim – Alemanha

intercâmbionaeuropa

Uma das principais universidades da Alemanha e também da Europa, a Freie Universität Berlin (FU Berlin) é a maior universidade da cidade, se destacando nos cursos de Ciências Sociais e Naturais. Possui parceria com grandes Universidades do mundo, como Princeton e Cambridge. Talvez esta seja uma das primeiras escolhas dos estudantes do programa Erasmus (programa de apoio de mobilidade a estudantes e docentes do Ensino Superior entre Estados-membros da União Europeia e Estados associados).

Preço: o valor da anuidade, com diversas opções de parcelamento, financiamento e bolsas, gira em torno dos 1.000 euros. Vale ressaltar que, para alunos estrangeiros, o valor é superior.

Considerações: Berlim é uma cidade relativamente barata de se viver, considerando os padrões da Alemanha. Conta com diversas opções de moradia, com os mais variados preços. Embora existam programas com aulas apenas em inglês, não é indicado ir a um país sem saber falar nada da idioma local. Um cursinho de alemão é válido, e por vezes, um exame de proficiência em alemão pode ser exigido. Se for estudar na Alemanha, não se esqueça de levar o clima em consideração, já que em Berlim os invernos são rigorosos.

Lema: Veritas, Iustitia, Libertas (Verdade, Justiça, Liberdade)
 

3. Universidade de Paris-Sorbonne – França

intercâmbionaeuropa

É a universidade mais importante de Paris e um das mais bem conceituadas no mundo. Tem como destaque os cursos de Ciências Humanas, além de Economia e Direito. Conta com um time de professores altamente gabaritado, possui diversos programas de acesso e parcerias com Universidades do mundo todo. Sem contar que fica em uma das cidades mais bonitas do mundo.

Preço: a França é um dos únicos países na Europa que não fazem diferenciação para estrangeiros, ou seja, o mesmo valor é cobrado, sendo o estudante francês ou não. Além do valor médio do curso, uma média de 700 euros, é preciso também um exame de proeficiência na língua francesa, como DELF/DALF.

Considerações: o que Paris tem de linda, tem de cara. Por ser a cidade mais visitada do mundo, prepare-se para preços salgados em aluguel e no custo de vida. Mas, dependendo do preço pago na universidade e do estilo de vida de cada um, pode valer muito a pena morar na cidade luz. A Sorbonne tem a fama de classes superlotadas, com estudantes por vezes sentados no chão para assistir as aulas. Leve em consideração a verdadeira batalha diária que deve ser encontrar uma cadeira para estudos.

Lema: Hic et ubique terrarum (Aqui e em todo o mundo)

4. Universidade do Porto – Portugal

intercâmbionaeuropa

Atualmente é a segunda maior universidade portuguesa e responsável por 20% dos artigos publicados em Portugal que possuem relevância acadêmica mundial. Possui parceria com mais de 500 universidades pelo mundo, com diversos programas de mobilidade e ingresso. Sua excelência é reconhecida na Europa e no mundo todo e destaca-se em áreas como Engenharia Eletrotécnica, Química e Civil.

Preços: mais uma vez, os preços são diferentes para alunos portugueses e estrangeiros. Porém, mesmo com essa diferença, há um acordo em que as propinas (como é chamada a mensalidade no país) reserva um desconto para países de língua portuguesa. A média anual é de 2.500 euros, com opções de parcelamento.

Considerações: o Porto é uma das cidades mais bonitas e baratas se viver (com qualidade) na Europa. Existem diversas opções de moradia, desde quarto em casa de família até pequenos apartamentos, com preços razoáveis. Por exemplo, é possível alugar um quarto com as despesas incluídas (água, luz e internet) por 200 euros mensais.

Lema: Virtus Unita Fortius Agit (A virtude unida age com mais força) 

 

5. Universidade Complutense de Madrid – Espanha

intercâmbionaeuropa

Com mais de 80 mil alunos, figura-se entre uma das mais bem cotadas da Europa, com destaque nas áreas de Jornalismo, Psicologia, Ciências Políticas e Sociologia. A Universidade teve papel fundamental no desenvolvimento político e econômico da Espanha, já que diverso líderes espanhóis foram alunos na Complutense de Madri.

Preço: Uma média de dois mil euros (semestre), para alunos estrangeiros,

Considerações: Madri é uma cidade muito bela, com diversos museus e centro histórico de fato maravilhoso. Mas a Europa ainda não se recuperou plenamente da crise, então se o plano é fazer um semestre ou dois, já vá com os custos dessa operação, levando em conta habitação e comida, que são mais caros que no Porto, por exemplo. 

Lema: Libertas Perfundet Omnia Luce (Banhada pela luz da liberdade)

  
A lista foi feita com algumas das mais famosas, e não necessariamente as mais baratas. Todos os preços apresentados foram calculados na média, podendo variar em cada caso.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...