Guia de compras em Orlando

Sim, mesmo com o dólar em alta fazer compras em Orlando ainda vale a pena. Confira as nossas dicas e faça valer cada centavo!

Fazer o roteiro de parques pode ser a desculpa perfeita para se esbaldar fazendo compras em Orlando! A cidade oferece shoppings e outlets com diversas opções de marcas e preços para todos os bolsos.

Compras em Orlando

É verdade que com tantos parques e tantas atrações é difícil abrir espaço no roteiro para fazer compras. É verdade também que a cotação do dólar já foi mais favorável, mas a verdade incontestável é que uma vez em terra de Tio Sam, é melhor usufruir dos bons preços e da imensa oferta de produtos para todos os gostos. Mas é bom lembrar: cuidado com o excesso de bagagem na volta!

6 formas de economizar em Orlando

Lugares para comprar

Outlets

Para quem quer comprar produtos de grandes marcas a preços acessíveis os outlets são a melhor opção!

Rede Premium Outlets

A Rede Premium Outlets tem três shoppings na cidade: o Orlando International Premium Outlets, com mais de 180 lojas de marca e descontos que chegam a 65%, o Orlando Vineland Premium Outlets, com uma quantidade um pouco menor de lojas e descontos igualmente interessantes, e o Orlando Market Place, o menor deles com apenas 40 lojas e as mesmas ótimas opções de desconto.

A rede oferece ônibus de traslado de alguns hoteis de Orlando e para o International Premium Outlet e o Market Place também existe a opção de itrolley, um ônibus que trafega somente na International Drive. Uma outra dica: vale a pena se cadastrar no site para receber cupons de descontos complementares de várias lojas, mas deixe para imprimir próximo a viagem pois os cupons tem validade limitada!

Lake Buena Vista Factory Store

O Lake Buena Vista Factory Store é um outlet um pouco mais afastado, mas com o fluxo menos intenso que os outros outlets da cidade. Também oferecem traslado gratuito saindo de alguns hoteis em horários específicos.

Shopping Florida Mall e Mall at Millenia

Também é possível fazer compras em Orlando nos dois grandes shoppings da cidade: o Florida Mall, com mais de 250 lojas e várias opções de restaurantes, e o Mall at Millenia, um espaço sofisticado com lojas das marcas mais luxuosas e opções mais populares convivendo lado a lado nos seus mais de 110 mil m².

Marshalls e Ross

Há ainda as lojas de descontos que vendem alguns produtos selecionados de grandes marcas como Calvin Klein e Michael Kors a preços realmente imbatíveis! As maiores lojas de descontos para fazer compras em Orlando são a Marshalls e a Ross que oferecem, além de peças de vestuário, produtos para casa como toalhas e roupas de cama de muita qualidade e preços excelentes.

Best Buy

Mas se a intenção for aproveitar os valores em dólares para garantir produtos eletrônicos o melhor lugar para comprar é a Best Buy que possui lojas espalhadas por toda a cidade. É bom pesquisar, mas mesmo com o dólar menos em conta alguns preços compensam muito a diferença!

Walmart e Target

Vale lembrar que nos grandes mercados como Walmart e Target também se encontram eletrônicos, roupas, sapatos, além de alimentos como chocolates e outros doces (só pra citar os de maior apelo) e uma infinidade de produtos diferentes dos que encontramos no Brasil com preços muito em conta!

O que vale a pena comprar em Orlando

Como os preços praticados – principalmente nas lojas de desconto e nos outlets – são bastante baixos, vale a pena comprar quase tudo em Orlando! Roupas, artigos de higiene pessoal, maquiagens, tênis, malas, eletrônicos, artigos para casa, enxoval para bebê… Dá pra encontrar de tudo com preços muito acessíveis. É importante, no entanto, pesquisar MUITO antes de comprar, monitorar os preços nos sites antes da viagem e ir com um roteiro de compras definido já que fica muito fácil perder a mão fazendo compras em Orlando!

Qual a cota de compras em Orlando

O valor estipulado pela Receita Federal para compras em viagens internacionais é de US$ 500,00 excluídos desta cota os itens considerados de uso pessoal como roupas, calçados e produtos de beleza. Porém, é bom não abusar das quantidades já que a Receita pode considerar que vários itens do mesmo produto podem não ser para uso pessoal…

O passageiro também pode trazer uma máquina fotográfica e um celular, mas é bom que estejam fora da embalagem e usados. É importante também ter sempre os recibos em mãos para comprovar a compra caso você tenha embarcado na ida com máquina ou celular antigos.

Mas então, o que entra na cota? Eletrônicos em geral – tablets, notebooks, filmadoras – instrumentos musicais e artigos que não sejam considerados de uso pessoal, como enxoval de bebê.

Caso o limite de US$ 500,00 seja ultrapassado, ao desembarcar o passageiro deve entrar na fila de “Bens a declarar” e pagar 50% sobre o valor excedente. Por exemplo, se um notebook custou US$ 800,00 o valor pago será de US$ 150,00 – 50% de US$ 300,00 que foi o valor excedido.

Muita gente evita a fila de declaração de bens e tenta entrar como se não tivesse ultrapassado o valor estipulado, mas é bom lembrar que esta prática é ilegal e caso a receita peça para ver os produtos na mala o viajante terá que pagar 100% do valor ultrapassado da cota (e não os 50% aplicados a quem declarou os bens). É possível ainda que o bem seja apreendido e até que o passageiro seja detido pela Receita.

Existe ainda uma cota extra de US$ 500,00 para compras no Free Shop, mas somente no momento do desembarque no Brasil!

Vocabulário básico de inglês para fazer compras no exterior

Compras em Orlando ou Miami?

Esta é uma pergunta difícil de responder já que os preços dos produtos costumam ser tabelados, então quando existe variação de preço ela se dá mais porque determinado produto está encalhado na loja e aí esta variação não acontece só de Orlando para Miami, mas até de uma loja para outra dentro da mesma cidade. Mas, levando-se em conta os preços das passagens, Miami pode acabar sendo uma opção mais em conta.

Na Web

você pode gostar também