61% dos brasileiros não estão felizes no trabalho

Por isso uma escola criou uma forma de usar a felicidade como um modelo de negócio para ganhar dinheiro. Conheça. 

Um em cada três britânicos está insatisfeito com o trabalho. Antes que você pense que você não tem nada a ver com isso, te conto que aqui no Brasil a coisa também anda mal: 61% das pessoas entrevistadas em uma pesquisa afirma que não está feliz no trabalho. Diante desse cenário devastador, já imaginou uma escola para ensinar as pessoas que a felicidade pode ser um modelo de negócio e uma maneira de ganhar dinheiro? Isso já existe.


A The Happy Startup School foi fundada na Inglaterra por Carlos Saba e Laurence McCahill. Eles acreditam que existe uma maneira mais inteligente para fazer negócios. Afinal, foi-se o tempo em que as pessoas trabalhavam única e exclusivamente por dinheiro. Uma vez que as novas gerações são cada vez mais movidas por propósito, a ideia de colaboração e equilíbrio é tão importante quanto o retorno financeiro.

O que eles propõem é praticamente o inverso do que a enorme maioria das empresas fazem: colocar a felicidade das pessoas como prioridade. E o lucro viria como uma consequência natural.
 

A equação é simples: mais felicidade = melhor produtividade = $$$

A escola oferece ebooks, cursos, eventos e workshops para incentivar empreendedores que pensam em aplicar esse modelo de negócio. Entre as discussões, são comuns temas sobre como criar uma cultura de felicidade sem abrir mão da inovação”.
 

 

 

Este texto é de autoria e responsabilidade do nosso parceiro 99 Jobs

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...