O que acontece se você estiver com excesso de bagagem?

Saiba qual é o peso estipulado pelas companhias nacionais e internacionais e como proceder no caso de excesso de bagagem.


 

Quem nunca teve problemas com excesso de peso na mala na hora de embarcar? Ainda mais quando tudo que está na mala é de extrema importância para você. Para pessoas que nunca passaram por isso, o importante é manter a calma e ver quais são as possibilidades oferecidas pela companhia. Mas afinal, o que acontece quando você está com excesso de bagagem?

Como proceder em caso de excesso de bagagem

Para não passar perrengue na hora de despachar suas malas, é importante saber qual o peso estimulado pela companhia a qual você comprou o bilhete e tentar pesar sua mala com antecedência, de preferência em casa, antes de ir para o aeroporto. Se mesmo assim, você passar um pouco do peso, vale a pena tirar uma blusa ou um casaco para diminuir o excesso. Você pode até utilizá-lo durante a viagem.

Pesos permitidos dentro e fora do Brasil

Normalmente, para viagens internacionais, os voos permitem duas malas de porão, com o peso de no máximo 32 kg cada, e mais uma mala de cabine, com no máximo 10kg. Esse procedimento varia um pouco de companhia para a outra, mas não costuma sair muito desse peso.

Em geral, cada empresa aérea têm uma tabela de preços diferenciados para excesso de bagagem, algumas cobram uma porcentagem por cada quilo a mais do peso estipulado e outras cobram uma única taxa. Você também pode optar por pagar por uma mala a mais, fora as duas de 32 kg, mas é claro que o custo será ainda maior.

Para viagens dentro do Brasil, você pode viajar com uma mala de porão de 23kg e uma mala de mão de até 5kg. Vale ressaltar que são contadas também as dimensões da mala, desse modo, a largura e altura juntas não podem ultrapassar 115 cm.

Dicas para arrumar a sua mala de viagem e evitar os excessos

Quando houver excesso de peso, você tem duas saídas: retirar suas coisas até atingir o solicitado ou pode pagar uma taxa a mais por cada kg a mais do peso determinado. No Brasil a tarifa equivale a 0,5% do valor da tarifa cheia de trecho, ou seja, o preço da passagem que foi paga sem descontos.

É claro que todos esses procedimentos também estão diretamente ligados ao tipo de classe em que você está viajando. A primeira classe oferece muito mais benefícios do que a econômica, até no que diz respeito a excesso de bagagem. Existem companhias que não oferecem o recurso da mala de porão para passageiros da classe econômica, que é o caso de muitas empresas que vendem passagens pelo sistema low cost (baixo custo), com grande atuação na Europa.

Fique por dentro de dicas para economizar nas suas viagens nacionais e internacionais.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...