Empréstimo consignado: como funciona e quem pode fazer

Entenda o que é e como funciona o empréstimo consignado, conheça as vantagens desta modalidade de empréstimo, as condições e como são calculados os juros.

Empréstimo consignado nada mais é que uma maneira de obtenção de crédito, como um empréstimo comum. Contudo a diferença é que o pagamento das parcelas não é feito manualmente, a prestação é descontada automaticamente do salário ou do benefício do INSS da pessoa que fez o empréstimo.

Empréstimo online: como fazer

Empréstimo consignado: tire suas dúvidas

Entenda como funciona e se este tipo de crédito é o ideal para você:

Quem pode fazer

Qualquer trabalhador que tenha a carteira assinada, funcionário público, pensionista ou aposentado do INSS pode efetuar o empréstimo consignado. Somente no caso dos trabalhadores com carteira assinada, é que é necessário que a empresa para a qual eles trabalhem tenha um convênio com algum banco. Com exceção disso, é um empréstimo bastante acessível e pode ser feito, inclusive, por pessoas com o nome sujo, uma vez que não são feitas consultas ao SPC ou ao SERASA.

Como fazer empréstimo consignado

Para a realização de um empréstimo consignado, não é preciso que o trabalhador entre em contato direto com alguma instituição bancária, ele também pode ser feito por mediação da empresa onde a pessoa trabalha ou, até mesmo, do sindicato da categoria.

O importante é não fazer o empréstimo consignado com a primeira financeira que encontrar. O ideal é se manter informado e fazer uma pesquisa para avaliar mais de uma opção de empréstimo. Isso porque as taxas, juros e as condições de pagamento variam de uma instituição para outra, dessa forma, é melhor analisar bastante antes de fazer essa decisão.

Uma boa dica para a pesquisa é fazer orçamentos online para poder comparar as opções e escolher aquela que se encaixa melhor com a sua situação.

Veja qual o melhor banco para fazer empréstimo consignado

Taxas de juros

Uma vantagem do empréstimo consignado é que, além de não ter a preocupação em fazer o pagamento manualmente, devido a maior garantia do recebimento as taxas tendem a ser mais reduzidas que as de um empréstimo pessoal comum.

O fato do pagamento ser feito por débito automático diminui os riscos de inadimplência, dessa forma os juros não precisam ser tão altos como costumam ser em transações de maior risco.

Quanto ao limite da taxa mensal do empréstimo consignado, existe uma regra que diz que ela não pode ultrapassar 30% do valor total do salário da pessoa, mesmo que sejam feitos mais de um empréstimo consignado.

Veja como calcular as taxas de juros de um empréstimo consignável

Por exemplo, se uma pessoa recebe R$1.500,00 por mês, a parcela do pagamento não deve exceder os R$450,00 mensais. Isso dá uma margem de segurança para aqueles que querem fazer o empréstimo, uma vez que é possível ter uma noção dos gastos e conseguir se organizar financeiramente.

Essa porcentagem também acaba definindo o valor máximo de crédito que uma pessoa pode obter, uma vez que ele varia conforme o salário. Tudo depende do quanto é recebido por mês, pois a parcela do empréstimo pode ser de, no máximo, 30% do salário. Ou seja, quanto mais a pessoa recebe, mais ela pode pegar de crédito como empréstimo.
Saiba como funciona a margem consignável do empréstimo

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...