Como emitir boleto MEI para pagar online

Um Microempreendedor Individual tem vários direitos e, claro, algumas obrigações. Veja como emitir boleto MEI para pagar online as suas obrigações tributárias.

Ser um Microempreendedor Individual (MEI) é muito vantajoso para pequenos empresários. Além de formalizar o seu negócio, ele te oferece vários pacotes em instituições bancárias e ajuda o empreendimento a crescer. No entanto, um microempreendedor também tem umas obrigações, pois é assim que os negócios, grandes ou pequenos, devem funcionar. Na hora de honrar com as obrigações tributárias, é preciso saber como emitir boleto MEI. Fazer o pagamento online acaba por ser a opção mais prática para ficar com as contas em dia.

Como abrir uma conta jurídica para MEI

Boleto do MEI para pagar online

É bem simples, confira:

  • Na página inicial deste sítio, clique em “MEI Microempreendedor Individual” e clique em carnê MEI – DAS; será aberta uma nova página;
  • Na página aberta, clique em “acesse o aplicativo PGMEI”; após, digite CNPJ no primeiro campo, e os caracteres da imagem à direita no segundo campo; em seguida clique em continuar;
  • Logo após, aparecerá o seu nome empresarial e o CNPJ;
  • Vá até a aba “Emitir guia de pagamento DAS”; em seguida, selecione o ano, clique em continuar;

Você pode imprimir todo os boletos de uma só vez clicando na opção “selecionar todos” ou apenas um por vez, selecionando o mês para o qual deseja realizar o pagamento.

Imprimir e pagar boleto MEI vencido

Se por algum motivo você não conseguiu realizar o pagamento na data, tem como resolver a situação, no entanto, haverá cobrança de juros e multa. A multa será de 0,33% por dia de atraso, limitada a 20%, e os juros serão calculados com base na taxa Selic, sendo que para o primeiro mês de atraso os juros serão de 1%.

Após o vencimento deve ser gerado, da mesma forma ensinada acima, um novo DAS relativo ao mês em atraso, que já virá com os acréscimos dos juros e multa.

Os boletos de pagamentos serão gerados novamente e impressos, acrescidos com multas e juros para recolhimento até último dia útil do mês. Não é necessário procurar nenhuma instituição.

MEI ou Simples Nacional: o que é mais vantajoso?

Pagamento em duplicidade

Se você já sabe emitir boleto MEI, mas por acaso pagou duas vezes, terá que realizar um procedimento um pouco mais complicado.

No DAS pode conter até três tributos distintos: contribuição Previdenciária (competência federal);ICMS (competência estadual); e ISS (competência municipal).

Por isso, deverá solicitar a restituição do DAS pago indevidamente, até 5 anos após a data do seu recolhimento, diretamente ao respectivo órgão público federado, conforme citamos acima e observada a respectiva competência tributária. Como os procedimentos e documentos a serem apresentados podem variar, o MEI deve procurar maiores informações diretamente nos respectivos órgãos.

Entendendo o boleto MEI

O Documento de Arrecadação Simplificada do MEI (DAS-MEI) é o instrumento para se fazer o pagamento mensal das obrigações tributárias do Microempreendedor Individual. A emissão da guia de recolhimento mensal é feita a partir do aplicativo PGMEI, no Portal do Simples Nacional.

Após a formalização, serão cobrados do MEI apenas valores simbólicos para o Município (R$ 5,00 de ISS) e para o Estado (R$ 1,00 de ICMS). Já o INSS será reduzido a 5% do salário mínimo (R$ 46,85). Com isso, o MEI terá direito aos benefícios previdenciários. O vencimento dos impostos é até o dia 20 de cada mês, passando para o dia útil seguinte caso incida em final de semana ou feriado.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...