Desemprego no Brasil tem a maior taxa dos últimos 5 anos

O saldo final do primeiro semestre do ano é mais gente procurando emprego e menos postos de trabalho. Veja quais são os perfis de trabalhadores e as áreas mais afetadas pelo desemprego.

 

Brasil tem 33% mais desocupados e uma taxa de de desemprego de 8%, a maior dos últimos 5 anos. Cerca de 8 milhões de pessoas em idade produtiva estão desocupadas no Brasil. O número de pessoas com carteira assinada no setor privado sofreu uma queda de 3,2%. Para tentar driblar a crise, O emprego por conta própria e o número de trabalahdores independentes e sem carteira assinada tem crescido.

 

O desemprego tem atingido de modo mais severo as pessoas que não possuem o ensino médio. As mulheres e os jovens também têm sido os mais afetados. A taxa de desemprego entre as mulheres em idade produtiva é de 9,6%, enquanto entre os homens é de 6,6%, uma diferença de 3 pontos percentuais.

 

As áreas que mais têm sido afetadas pelo desemprego são a área da construção civil e indúestria. Por outro lado, nos setores da educação, saúde e serviço social o número de empregados aumentou.

 

A média salarial dos trabalhadores, contabilizando todos os rendimentos do mês, é de R$1.855,00. O saldo final do primeiro semestre do ano, é mais gente procurando emprego e menos postos de trabalho.

Veja também:
19 das 50 cidades com mais homicídios no mundo são brasileiras
Brasil tem o 4ª Big Mac mais caro do mundo

 
 

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...