Dilma fala sobre desemprego e inflação: provoca sofrimento nas famílias

Em entrevista, Dilma afirma estar preocupara com o desemprego e inflação, mas ainda não tem nada a dizer sobre aumento de impostos:

 

Não é novidade para nenhum brasileiro que o índice de desemprego no Brasil vem crescendo a cada mês. De acordo com o último levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve um aumento de quase 10% de pessoas sem ocupação. Esse resultado fez com que o índice subisse para 7,5% em julho.

Outro índice que não deixa de ser comentado por especialistas é a inflação, que além de aumentar a insatisfação da população com o governo, faz aumentar as incertezas relativas ao pagamento do décimo terceiro (adiantamento), tanto de aposentados, quanto de funcionários públicos.

 

O que a presidente disse

“Tem duas coisas que me preocupam todo santo dia: uma é a elevação do desemprego, porque sei que isso provoca sofrimento nas famílias desse país. Então, eu me preocupo com isso todo dia. Tudo que eu faço é para impedir que isso ocorra, que isso aumente, que nesse momento em que estamos passando dificuldade, nós tenhamos essa consequência. A segunda questão que me preocupa todos os dias é a inflação, porque corrói o bolso das pessoas”.

 

E os impostos?

 

Outra grande preocupação dos brasileiros é que a taxação dos impostos aumentem ainda mais como instrumento para controlar a economia do país, que no momento vai de mal a pior. Porém, de acordo com a presidente, não tem nada decidido sobre esta possibilidade: “No seu tempo oportuno, as coisas ficarão bem claras – o que será feito, o que não será feito”.

 

Veja também: 

 

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...