6 critérios para cortar convidados da lista de casamento

Selecionar convidados sem desagradar ninguém nem exceder o orçamento. Conheça alguns critérios que podem te ajudar a criar uma lista de convidados para o seu casamento.

Diante de tantas preocupações e preparativos, organizar uma lista de convidados do casamento é com certeza uma das tarefas mais desgastantes de todo o processo. Selecionar as pessoas mais importantes sem desagradar ninguém nem ficar com sentimento de culpa são ações difíceis de tomar, principalmente por conta de não estourar o orçamento.

A lista de convidados do seu casamento

Uma lista de casamento, no geral, pode ter uma margem de 20% a 30% de convidados além do limite máximo, pois esta costuma ser a porcentagem de convidados que faltam. Sabendo disso, não exceda esta quantia, pensando que mais pessoas irão se ausentar. Tenha em mente que acompanhantes e convidados de última hora também podem aparecer e mudar os seus planos. A seguir, saiba de alguns critérios que podem ser utilizados para facilitar na hora de fazer a lista de casamento.

1. Separar as porcentagens

Atualmente, são mais raros os casos onde os pais ajudam, ou pagam o casamento na totalidade, mas ainda é importante considera-los no preparo da lista. Se a divisão for amistosa e não gerar nenhum conflito antes da cerimônia, dividir a lista de acordo com o que cada um dos noivos irá pagar é uma opção para que não haja injustiças na escolha. Se ambos forem arcar com 50% das despesas, terão direito ao mesmo número de convidados, enquanto também podem delegar uma certa porcentagem aos pais para que eles também façam escolhas.

2. Cortes com a lista pronta

listadeconvidados

Esta opção de enxugar suas escolhas pode ser aplicada em diversos tipos de listas. Mas, se tratando de lista de casamento funciona da seguinte maneira: Criem uma seleção com todas as pessoas que gostariam de ter presentes na cerimônia, sem pensar em muitos critérios para isso. Feito isso, comecem a cortar de acordo com as prioridades, até que o número de pessoas esteja dentro do orçamento.

3. Avaliem as prioridades

Tendo em vista o tipo de casamento que gostariam de ter, avaliar a quantidade de convidados pode ser uma tarefa mais simples. Se, por exemplo, a proposta for ter um casamento mais íntimo, num ambiente menor e mais acolhedor, convidar 200 ou mais pessoas está totalmente fora de cogitação. Portanto, avaliem a quantidade de pessoas que gostarão de ter presentes e se este número é compatível com o que esperam cerimônia num todo. 

5 lições que toda noiva aprende ao organizar o seu casamento

4. Sem culpa

Diferente das festas de final de ano, reunir pessoas que você não vê há muitos anos não é a real função de um casamento. Portanto, tenha em mente que apenas pessoas queridas e que realmente fazem parte da sua vida deverão ter prioridade em serem convidadas. Não se sinta na obrigação de convidar todos os colegas de trabalho, seus vizinhos, o porteiro do seu prédio e quem mais você tiver contato diário apenas por este motivo. Priorize os melhores amigos e familiares, só então passe para os contatos mais interessantes e pessoas que vocês tenham um carinho especial e que ficariam felizes em serem convidadas.

listadeconvidados
5. Organize por mesas

Para um melhor planejamento e aproveitamento da festa, separe seus convidados por mesas. Coloque famílias com crianças próximas ao playground, pessoas que gostam de dançar próximas à pista de dança, pessoas com necessidades especiais próximas às saídas e banheiros e assim por diante. Assim, além de otimizar os espaços, é possível ter uma melhor noção de todas as pessoas que estão sendo convidadas.

6. Crianças e acompanhantes

Outro ponto a ser avaliado é se o casamento, seja na cerimônia ou na festa, irá permitir que os convidados tragam crianças ou acompanhantes. Algo difícil de acontecer, mas as exigências devem ser respeitadas. Sendo este o caso, se questionados sobre as crianças, digam que elas podem comparecer, mas que a preferência seria para uma festa voltada à adultos. O mesmo acontece se forem questionados sobre levarem acompanhantes. Permita, mas exponha a situação neste caso. Porém, se o casamento é aberto à crianças, ter uma área de jogos ou playground onde elas podem se divertir é uma boa opção para investir, já que as crianças num geral não demandam gastos com bebidas e comidas. Ao permitirem acompanhantes, respeitem uma folga na lista de casamento para não serem pegos de surpresa ao receberem convidados a mais.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...