Conta conjunta: entenda como funciona e as vantagens

Muitos casais optam pela conta conjunta para organizar as finanças da família. Entenda como funciona e se é uma boa solução para você.

Conta conjunta é uma conta corrente comum, mas que permite dois titulares movimentarem a mesma conta, pagando apenas um pacote de serviço e taxa.

Optar por uma conta conjunta é uma decisão que implica em confiança, já que terão acesso ao mesmo dinheiro. É um hábito bem comum entre casais, que optam por esse tipo de conta para dividirem as despesas e ter controle sobre os gastos de uma maneira geral.

Como funciona uma conta conjunta

Existem alguns tipos de conta conjunta, saiba tudo sobre o tema.

Conta conjunta Solidária

Permite ter mais de uma pessoa como titular, e qualquer um dos titulares consegue realizar movimentações de crédito e débito isoladamente, com cartões e talões de cheques independentes, mas vinculados a uma mesma conta.
Exige aprovação do outro correntista para qualquer movimentação da conta, seja crédito ou débito, a vantagem é que nenhum dos correntistas da conta pode retirar dinheiro sem comunicar o outro, evitando assim qualquer dano. Ideal em casos de sociedade em negócios.
Converse com o gerente do banco e juntos vão conseguir decidir qual a melhor opção, e para abrir a conta conjunta é preciso apresentar os seguintes documentos de todos os correntistas para a conta conjunta:
  • CPF
  • Documento de identidade com foto (CNH, RG e etc)
  • Comprovante de residência
  • Holerite
  • Declaração de imposto de renda ou contra-cheque ( caso seja autônomo)

Para ter conta conjunta precisa ser casado? Entenda

Cartão de crédito

A conta conjunta permite solicitar cartão de crédito, cheques e outros serviços que o banco oferece aos correntistas. No caso de restrição no nome o banco pode recusar a abertura da conta.

Conjunta ou separada, qual a melhor opção?

As pessoas que queiram abrir uma conta conjunta, precisam entrar em comum acordo para que a conta conjunta não se torne um problema, já que o histórico bancário fica disponível para todos os correntistas da conta.

Para muitos pode ser o fim da independência financeira, mas com um planejamento financeiro pode facilitar para ter uma visão geral da situação financeira. Façam um orçamento mensal juntos, para saberem o que estão pagando e quanto podem gastar sem prejudicar um ao outro, assim evitam discussões desnecessárias.
O casal que optar em ter conta conjunta tem que saber, que independente do regime de bens que casaram, em caso de separação o dinheiro que estiver na conta conjunta será dividido em partes iguais.

Entretanto, a conta conjunta tem suas vantagens, as despesas estarão concentradas em um único lugar, facilitando ter uma dimensão dos gastos e economias. Fica mais fácil de planejar a compra de um imóvel, carro ou até mesmo a viagem das férias.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...