Tive o meu consórcio de motos contemplado, e agora?

O tão esperado momento chegou: finalmente você teve o seu consórcio de motos contemplado. Saiba o que fazer e como usar a carta de crédito.

É verdade que comprar uma cota de consórcio de motos não é nada burocrático, mas as coisas mudam um pouco de figura depois da contemplação. Quando o consorciado tem o consórcio de motos contemplado e ele vai receber a carta de crédito para comprar a tão desejado veículo, é preciso apresentar uma série de comprovativos e garantias de que vai continuar pagando as parcelas restantes da cota.

Há, inclusive, casos de pessoas que não podem receber a carta de crédito porque se encontram com alguma irregularidade no SERASA. Saiba o que fazer para não ter problemas quando tiver o seu consórcio de motos contemplado.

Como participar do consórcio de motos

Para entrar em um consórcio de moto, você não vai precisar de uma avalista e passar por comprovação de renda no momento da aquisição. Uma dica é simular a compra, selecionando o valor da carta de crédito e o plano de pagamento que melhor compreende as suas condições financeiras.

Saiba como entrar num consórcio em andamento

Quando o consorciado recebe a carta de crédito em mãos, ele tem a oportunidade de negociar descontos e obter melhores ofertas, uma vez que o crédito concedido tem o mesmo valor que um pagamento feito à vista. 

Como ter o consórcio de moto contemplado

O consórcio de motos contemplado só se dá por meio de sorteio ou lance vendedor durante as assembleias do grupo formado. A contemplação do consórcio por sorteio acontece através do uso do globo esférico ou com base na extração da loteria federal. Nessa modalidade, todos os consorciados possuem as mesmas possibilidades de serem contemplados.

Na contemplação por lance, os consorciados vão dar lances de forma secreta, levando em consideração aqueles com percentuais para a quitação do crédito. O maior lance dado será contemplado.  Para que seja possível ter o consórcio de motos comtemplado, você deve manter as parcelas do pagamento em dia. 

Veja quanto dar de lance para ter o consórcio contemplado
 

O que fazer quando tiver o consórcio de motos conteplado 

Após a contemplação, seja por lance ou sorteio, o cadastro do consorciado será analisado pela administradora para averiguar se existe alguma irregularidade. O consorciado contemplado deve estar com o nome limpo no SERASA e não ter nenhum outro tipo de protesto. Além disso, deve apresentar garantias ao grupo de que tem condições de continuar pagando as parcelas restantes da cota, caso ainda haja.

Após a avaliação de risco feita pela administradora do consórcio e aprovação do cadastro, a carta de crédito é liberada e o dinheiro pode ser usado de imediato, tendo até 45 dias para realizar a compra da moto.

Confira algumas dicas para comprar a sua moto.

Como usar a carta de crédito

Depois de escolher a moto que irá comprar, o consorciado deve comunicar a sua escolha à administradora do consórcio, identificando formalmente o bem a ser adquirido e o vendedor. O dono do consórcio contemplado deve apresentar:

  • Identificação pessoal completa, com endereço, RG e CPF;
  • Identificação do vendedor, com endereço, RG e CPF ou CNPJ;
  • Identificação da moto.

O consorciado tem o direito de usar até 10% do valor da carta de crédito para despesas referentes à compra da moto, como, por exemplo, despesas de tributos, transferências, seguros, etc.

O consorciado tem ainda o direito de requerer em vez da carta de crédito, o dinheiro. Para isso, após ter o consórcio de motos contemplado, deverá esperar 180 dias. Se no consórcio você escolheu um modelo específico de moto, mas depois de ser contemplado você mudou de ideia, saiba que é possível adquirir outro modelo de motocicleta.

Ao trocar o modelo da moto, o consorciado terá que pagar a mais se a motocicleta escolhida for mais cara ou será ressarcido se o valor for menor do o acertado em contrato inicialmente. 

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...