Como preencher um cheque sem erros e com segurança

Depois de tanto recorrer a cartões e pagamentos online, é natural que surjam dúvidas sobre como preencher um cheque. Saiba como ter cuidado para não comprometer o procedimento.

Compras a fazer, pagamentos, contas. E então chega o momento em que você precisa usá-lo…mas como preencher um cheque? Aparentemente, essa modalidade de
pagamento caiu em desuso. Mas não deixe enganar, milhões de talões ainda são emitidos por mês.

Se você está numa situação em que precisa saber como preencher um cheque, preste bastante atenção ao nosso passo a passo. O Hintigo te ajuda a não
cometer erros que podem comprometer a transação.


Como preencher um cheque corretamente

Veja abaixo o modelo de cheque e siga os passos para entender como se preencher.

 

1- Primeiro, no campo com o símbolo R$, escreva o valor do cheque em números


2 e 3- A seguir, na primeira linha, escreva o valor do cheque por extenso. Confira se o que escreveu é exatamente igual ao valor indicado em números.


4- Na linha abaixo, onde há a letra “a”, escreva o nome da pessoa que pode descontar o cheque. Isso torna-o nominal. Se a compra for em uma loja, pode
escrever o nome do estabelecimento e/ou empresa.


5- Abaixo da linha nominal, ficarão os dados referentes à cidade e a data. Preencha na seguinte ordem: cidade onde o cheque está a ser preenchido,
dia, mês e ano.


6- A última linha é destinada à assinatura, que deve ser a mesma utilizada no RG e na abertura da conta. 


7- Coloque o CPF se necessário.

 

Você pode ainda cruzar o cheque, ou seja, fazer com que o valor não possa ser resgatado diretamente no balcão, apenas depositado em uma conta. Para
isso, faça dois riscos em diagonal no canto superior esquerdo cheque.

 

FIQUE DE OLHO:

Se você está com sua conta negativa e precisa quitar algumas dívidas para utilizar recursos com cheques e cratões, fazer um crédito pessoal pode ser a solução. Entenda como e receba mais informações.

Como evitar fraudes

Agora que já sabe como preencher um cheque, é preciso ter atenção à pequenos detalhes que podem ser fulcrais para a segurança. 

 

As fraudes com cheques
representam uma fatia considerável de crimes no Brasil, mas há como se proteger ao máximo.

 

  • Para evitar que alterem o valor no campo R$, pode colocar um “#” antes e depois dos números.

  • Depois de escrever o valor por extenso, faça uma linha contínua em todo o espaço que sobrar. Evita que sejam acrescentadas mais coisas.

  • Sempre confira todos os dados e anote as informações no canhoto, para saber a que casa cheque emitido se refere

  • Evite rasuras. Elas podem invalidar o seu cheque.

Nesse video, você pode ver mais dicas sobre o preenchimento de cheques com um toque de humor. 

 

Cheque ou cartão?

Ao que parece, muitas pessoas têm dúvidas sobre como preencher um cheque porque nunca usaram ou pelo menos não mais com tanta frequência. A preferência
pelos cartões de créditos aumentou nos últimos anos e continua a subir.

 

Mas há uma dúvida frequente: o que é melhor, cheque ou cartão? De acordo com especialistas, depende do tipo de compra e os benefícios oferecidos. Quem paga
com cheques e não tem descontos, é melhor optar mesmo pelo cartão.

 

De ponto de vista da segurança, os cartões são melhores. É mais difícil fraudá-los quando comparados com os cheques. Também são mais práticos, fáceis de
carregar. Em suma, a decisão de usar um ou outro é pessoal e deve levar em conta juros, por exemplo.

Será o fim dos cheques?

Os cheques estão a ser usados cada vez menos, mas ainda representam um bom volume de pagamentos. Impossível dizer que sumirão subitamente nos próximos anos.

 

Mas é inegável o fato de que estão sendo preteridos por cartões. São levadas em conta questões já mencionadas anteriormente como a praticidade e segurança.


Veja também:

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...