Como pagar menos imposto de renda

Saiba como pagar menos Imposto de Renda e não errar para não cair na malha fina nem ter problemas com a Receita.

O prazo para fazer a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) em 2017 já passou, mas você pode começar a ver a declaração para o ano que vem e analisar como pagar menos imposto de renda.

A Receita Federal já disponibilizou o download do programa de preenchimento e o rascunho para facilitar a transcrição de informações no próximo ano.

Apesar dos critérios que determinam quem deve declarar imposto de renda serem bem claros, é possível antecipar gastos e driblar algumas despesas. Saiba como pagar menos imposto de renda e aumentar o valor da restituição.

Dicas para pagar menos imposto de renda

Parece óbvio, mas a principal dica para não ter dor de cabeça com a Receita Federal é não forjar ou omitir informações na declaração. Muitas pessoas ainda tentam driblar o Fisco, que está cada vez mais desenvolvido tecnologicamente, e a probabilidade de cair na malha fina é maior, mesmo com o preenchimento errado de dados reais.

Desde 2016, por exemplo, os profissionais da área de saúde devem informar em suas declarações os valores pagos por pessoas físicas e seus números de CPF. Dessa forma, a Receita Federal cruza os valores declarados pelos clientes para atestar a veracidade das informações.

Saiba como pagar menos imposto de renda seguindo as dicas abaixo:

  • Deduza os gastos com saúde

Adiante exames médicos ou consultas que você pensava fazer em janeiro para dezembro. Assim, estes gastos já podem ser deduzidos do Imposto de Renda do ano base 2017. Só declare suas despesas médicas e de seus dependentes.

As despesas médicas dedutíveis incluem consultas, exames, psicólogos, psiquiatras, cirurgias e internações. A exceção só vale para procedimentos estéticos, como cirurgias plásticas.

As mensalidades pagas ao plano de saúde também são dedutíveis – inclusive dos dependentes.

  • Deduza gastos com educação

Aproveite o 13ª salário e outros bônus de fim de ano para adiantar o pagamento de algumas mensalidades escolares do ano seguinte. Gastos com educação oficial, como escola ou ensino superior, permitem essa vantagem, semelhante aos gastos com saúde.

Nesse caso, não estão inclusos gastos com cursos livres ou preparatórios para concursos.

  • Analise a situação junto ao cônjuge

Se você é casado, e o seu cônjuge tem pouca renda tributável ou é isento, faça a declaração do IR em conjunto e tenha como pagar menos imposto de renda. 

Já casais que tenham rendimentos de bens comuns e que declarem separadamente podem dividir o valor, como rendimentos de imóveis alugados, por exemplo.

Caso você tenha dependentes em comum com o cônjuge é possível rever a distribuição dos mesmos para cada declaração. 

Em entrevista ao G1, o especialista em imposto de renda Vicente Sevilha Junior lembra que “é comum que os dependentes estejam na declaração de um dos cônjuges que não se beneficia tanto deste recurso quanto se estivessem na declaração do outro”.

Sevilha recomenda simular a declaração do ano anterior e mudar os dependentes para ver o que acontece com o resultado final dos impostos somados.

  • Invista na previdência privada

Com o futuro da aposentadoria bastante instável, muita gente tem investido em planos alternativos, como a previdência privada. Segundo a legislação, é possível deduzir, da base de cálculo do imposto de renda, os valores pagos para previdência complementar até o máximo de 12% dos seus rendimentos.

O benefício vale para planos do tipo PGBL (Plano Vida Gerador de Benefício Livre). A modalidade VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) não pode ser deduzida do imposto.

  • Doe parte do imposto

Uma maneira de como pagar menos imposto de renda é contribuir para programas ou projetos sociais. Alguns tipos de doação são abatidas diretamente do valor do IR, desde que sigam critérios previstos em lei e estejam dentro do limite estabelecido.

As doações acontecem por uma guia de recolhimento específica, como a DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais), ou pelo pagamento vinculado a um projeto aprovado pelo governo.

Cuidados ao preencher o formulário de Imposto de Renda

1. Busque organizar os documentos com antecedência. O ideal é ter uma pasta para guardar todos os gastos que devem ser declarados;

2. Certifique-se de que os documentos contém todas as informações necessárias para o preenchimento do formulário;

3. Baixe o formulário com antecedência e teste para ver se funciona corretamente no seu computador;

4. Não deixe para fazer a declaração do Imposto de Renda nos últimos dias;

5. Atenção ao digitar os valores! Não use ponto no lugar da vírgula para os centavos.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...