Veja como calcular férias do trabalho corretamente

Tem sonhado com as férias? Antes de acertar os últimos detalhes, saiba como calcular férias e planeje com tranquilidade o descanso tão desejado.

Todo funcionário CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) tem o direito a férias, período aquisitivo aos 12 meses de trabalho e o período concessivo após os 12 meses, são 30 dias corridos de férias, caso o empregado tenha faltas injustificadas. Entenda como calcular férias do trabalho corretamente.

Regras para calcular férias do trabalho

  • 6 a 14 faltas: 24 dias corridos de férias.
  • 15 a 23 faltas: 18 dias corridos de férias.
  • 24 a 32 faltas: 12 dias corridos de férias.
  • acima de 32 faltas: não tem direito às férias.
Além disso, o artigo 473 da CLT possui as ausências que não podem ser consideradas faltas a serem descontada das férias ou do salário, como:
  • Até 2 (dois) dias consecutivos, em caso de falecimento do cônjuge, ascendentes, descendentes, irmão ou pessoa declarada em sua CTPS, que viva sob sua dependência econômica.
  • Até 3 (três) dias consecutivos, em virtude de casamento;
  • Por 5 (cinco) dias, em caso de nascimento de filho, no decorrer da primeira semana; (ADCT art 10, § 1º).
  • Por um dia a cada doze meses de trabalho, em caso de doação voluntária de sangue devidamente comprovada.
  • Até 02 dias consecutivos ou não para o fim de se alistar como eleitor.
  • No período de tempo, em que tiver de cumprir as exigências do Serviço Militar.
  • Nos dias em que estiver comprovadamente realizando provas de exame vestibular para ingresso em estabelecimento de ensino superior.
  • Pelo tempo que se fizer necessário, quando tiver que comparecer a juízo.
As férias são remuneradas e o valor é superior a um terço do valor do salário normal, e se passar de 23 meses sem férias a empresa terá que pagar o dobro, o funcionário receberá pelas férias vencidas e não tiradas, duas vezes o valor do seu salário. Em caso de desligamento da empresa, exceto por justa causa, o funcionário recebe as férias proporcionais ao período de trabalhado.

 

O funcionário também poderá optar por receber dinheiro, invés de férias, ou seja, receber 20 dias de férias e 10 dias de remuneração.

Veja um exemplo de como calcular férias:

Salário: R$1.000,00
Adicional: R$1.000,00/ 3= R$333,33
Total a receber: R$1.000,00 + 333,33 = R$1.333,33

 

Férias coletivas
Em caso de férias coletivas, a empresa deve comunicar aos funcionários através de um acordo coletivo ou convenção e são descontadas das férias individuais. Enquanto estiver de férias, não deverá ser chamado para prestar serviços e caso fique doente não há necessidade de apresentar atestado médico, só se permanecer doente no retorno ao trabalho.

 

Para a concessão das férias coletivas, o funcionário deverá ser avisado com no mínimo 30 dias de antecedência, a lei considera que as férias devem ocorrer em um único período, mas caso ocorra um acordo entre a empresa e o funcionário, podem ser divididas em duas partes e nenhum dos períodos devem ser inferior a 10 dias. Menores de 18 anos recebem férias no período das férias escolares e são obrigados a terem férias em um só período, assim como os maiores de 50 anos.

 

Licença maternidade 
Se tiver tirado licença maternidade, saiba que ao calcular férias o período de licença não é descontado do período de férias e mantém-se a contagem do tempo de serviço para o mesmo, e em comum acordo com a empresa que se define tirar as férias junto com a licença maternidade ou não. Calcule suas férias aqui.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...