9 coisas que desvalorizam o seu carro na hora da revenda

Na hora de vender o seu veículo, você quer perder o mínimo de dinheiro em relação ao que pagou por ele, certo? Veja aqui as coisas que desvalorizam o seu carro e deixe-o preparado para a revenda.

Os veículos já sofrem depreciação só pelo fato de terem sido tirados da concessionária. Mesmo que você seja bastante cuidadoso com o seu veículo, poderá perder de 7 a 23% do valor dele na hora da venda.

Porém, para não perder tanto, você pode considerar alguns fatores e conseguir pegar um melhor preço de venda. Veja quais são as situações que desvalorizam o seu veículo.

O que mais desvaloriza o carro na hora da revenda

Carros bem cuidados são bem aceitos nas revendedoras, por isso, mantenha o seu veículo com aspecto de novo. Atente-se a esses pontos que são mais avaliados pelos compradores:

1.Mecânica

Pastilhas, discos do freio, amortecedores, suspensão, pneus e até o óleo do motor são examinados. A atenção é voltada também aos comandos do volante, vidros elétricos e ar condicionado. Dica: tenha todas as revisões documentadas.

2.Quilometragem

Está no topo dos itens avaliados e os quilômetros rodados pesam muito, mesmo que seu carro esteja em bom estado.

3.Seguro auto caro

Com o constante crescimento das taxas de roubos de veículos, o seguro auto contra roubo e furto está cada vez mais obrigatório para os motoristas precavidos. Além disso, um plano mesmo que básico protege contra diversos outros sinistros.

Os dados pessoais do motorista, bem como o modelo e ano do carro, pesam bastante na cotação. Os novos compradores analisam o valor do seguro para os carros mais roubados no Brasil, já que as seguradoras consideram esse risco.

Ou seja, esse também é um item que pesa na depreciação do veículo na hora de vender, já que o novo motorista já compra um carro pensando no valor desse item.

Veja o preço médio do seguro dos carros mais vendidos no Brasil

4.Acessórios

Carros que possuem vidros elétricos, ar condicionado, direção hidráulica, câmbio automático e trava elétrica, vendem mais rápido.

5.Aparência

Riscos, manchas, amassados e até peças repintadas, são itens de avaliação pelos compradores. Além desses, o estofamento, colunas, lanternas, faróis e para-lamas também são pontos observados.

Sem contar que carros de fumantes ficam com cheiro que desagrada muito. Dica: no caso de riscos, é melhor deixá-los à mostra do que passar uma camada de tinta, pois isso passará a impressão de que o dano foi maior.

Como reduzir a desvalorização de um carro

6.Marcas que sofrem menos aceitação

Renault e Citröen possuem depreciação maior, se comparado as marcas mais conhecidas, como Ford, Volkswagen, Fiat e GM.

7.Blindados

Por se deteriorarem rapidamente, eles têm desvalorização maior.

8.Cor

As cores que mais atraem os brasileiros são preto e prata, enquanto que o vermelho e branco não tem muita preferência. Se você comprar um carro, pensando em futuramente revendê-lo sem sofrer tanto com a desvalorização, então seria prudente levar este fator em consideração.

Veja as cores dos carros que mais se desvalorizam na revenda

9.Manutenção de alto custo

Esse é um dos itens que são bastante avaliados por novos compradores.

Portanto, se você vai vender o seu carro, vá ciente de que ele sofrerá uma depreciação mesmo que esteja em boas condições. Porém, alguns itens você pode melhorar e conseguir um valor melhor de venda.

Artigo escrito por Andreia Silveira, colaboradora do site parceiro SeguroAuto.org.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...