Como saber se o cartão de crédito foi clonado e o que fazer?

Ter um cartão de crédito clonado pode te causar uma dor de cabeça imensa; veja aqui algumas dicas para sair dessa situação.

Cartão de crédito é, sem dúvidas, uma grande segurança e praticidade no mundo atual. Você não precisa andar com dinheiro no bolso, pode parcelar compras e ganhar benefícios ao usá-lo.

Infelizmente, porém, ele não é isento de riscos. Entenda neste artigo como descobrir se você teve o cartão de crédito clonado e o que fazer nessa situação. 

Entenda a diferença entre cartão de crédito clonado e falso

Como saber se meu cartão de crédito foi clonado? 

É constatado que houve clonagem nos casos em que o cartão foi copiado de alguma forma. Antigamente as fraudes envolviam a cópia da tarja magnética, porém, graças ao advento das compras pela internet, é comum que apenas os dados do cartão (número, nome do usuário, data de vencimento e código de segurança) sejam roubados. 

Você nem sempre irá identificar a clonagem de imediato. Muitas vezes, isso só será feito quando chegar a fatura em casa com um preço maior do que o planejado. Por isso, é sempre importante conferir cada gasto antes de pagá-lo. 

Veja os golpes mais comuns aplicados em cartão de crédito

O que fazer se tiver o cartão de crédito clonado 

Quando você suspeitar de alguma compra ou pagamento que não foi feito por você, ligue imediatamente para a instituição que administra o seu cartão e informe-os que você teve o cartão de crédito clonado. Peça para que ele seja cancelado imediatamente. Explique detalhadamente os débitos que você não reconhece e peça a emissão de nova fatura, considerando apenas os valores gastos por você.

Muito importante: não se esqueça de anotar o protocolo dessa reclamação e a data em que ela foi feita. Se você já tiver quitado a fatura, eles irão te ressarcir nas próximas. A clonagem do cartão é uma falha no serviço realizado pela operadora do cartão, portanto, ela deve se responsabilizar por todos os danos causados.

Se a instituição administradora do cartão não resolver ou demorar demais, você deve registrar uma reclamação junto ao Banco Central (BACEN). Para isso, é essencial informar os protocolos dos registros de atendimento realizados junto a operadora.
 

Passo a passo em caso de clonagem de cartão de crédito:

1. A primeira providência a tomar, logo que perceber qualquer irregularidade no uso do seu cartão, no saldo das suas contas ou fatura de cartão de crédito, é ligar para a SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor, do seu banco e bloquear o cartão. Anote o dia e horário da ligação, o nome do atendente, o número do protocolo e qualquer outra informação que você considere relevante.

2. Após bloquear o cartão, dirija-se imediatamente à delegacia mais próxima à sua residência e faça um Boletim de Ocorrência (B.O), relatando o ocorrido. Peça na delegacia a emissão do B.O em duas vias.

3. Logo que possível, vá à sua agência relate o acontecido ao seu gerente, entregue uma via do B.O, e peça a ele que assine a sua via com a data de entrega do B.O.

4. A partir daí a responsabilidade de detectar a fraude é do banco, que deve reembolsá-lo e tratar de todos os procedimentos legais. No geral, os bancos têm entre 5 a 20 dias para proceder ao reembolso e, se for da sua vontade, providenciar um novo cartão de crédito.

5. Caso o banco não cumpra com esta responsabilidade num prazo de até um mês, você pode fazer uma reclamação oficial junto ao Procon, ou procurar apoio jurídico e ajuizar uma ação judicial. Você tem, inclusive, o direito de pedir  indenização, caso ache que a fraude lhe causou algum dano moral, se teve contas atrasadas, se pagou juros, se sofreu qualquer tipo de constrangimento financeiro, ou se teve o CPF cadastrado, indevidamente, no SERASA ou o nome no SPC.

Justiça

Resolver o problema de cartão de crédito clonado, na maioria das vezes, é simples. Porém, alguns casos podem se complicar. Caso isso aconteça, você precisará acionar a justiça.

Nessas situações, o mais recomendado é que você consulte um advogado e, além de resolver o problema, peça uma indenização ao banco pelos transtornos causados. 

Não esqueça também de registrar sua ocorrência em sites como o Reclame Aqui. Na era digital, cada vez mais as instituições se preocupam em ter uma boa reputação online. 

Tudo que você precisa saber sobre cartão de crédito virtual

Dicas extras

É impossível ter um cartão de crédito e não correr o risco da clonagem. Porém, você pode se prevenir seguindo algumas dicas como:

  • Não compartilhar sua senha com ninguém; 
  • Só comprar em sites confiáveis na internet; 
  • Ler comentários de usuários sobre o site que você está comprando; 
  • Trocar suas senhas de seis em seis meses, no mínimo; 
  • Não clicar em links enviados por e-mail. Na dúvida, vá até sua agência;
  • Não responder mensagens telefônicas dos bancos que pedem dados ou procedimentos – é golpe! 

4 armadilhas do cartão de crédito que você deve evitar
 

Além disso, uma boa dica é cadastrar o seu celular para receber uma mensagem cada vez que uma compra é feita pelo seu cartão de crédito. Dessa forma, você é informado no exato momento da compra e fica ainda mais fácil resolver. 

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...