14 carros que saíram do mercado em 2016

Os carros que saíram do mercado brasileiro nesse ano apresentaram baixa competitividade, preços pouco atrativos e apostaram em segmentos de baixa popularidade.

Ano para ser esquecido pela indústria automotiva brasileira, 2016 também foi o ano em que diversos modelos deram adeus às linhas de produção. Entre as montadoras nacionais, a Fiat foi a que mais teve carros que saíram do mercado, entre eles o Idea, Bravo, Bravo T-Jet e Freemont.

Os carros que saíram do mercado em 2016

Também não deixa de chamar a atenção a saída de modelos pertencentes a segmentos não muito populares no Brasil, como o esportivo RCZ da Peugeot e o station wagon Passat Variant. De qualquer maneira, o motivo para retirada de um carro do mercado é sempre o mesmo: o mau desempenho nas vendas.

1. Renault Clio

A saída do Clio já era esperada, uma vez que o declínio nas vendas vinha numa decrescente desde 2014. A partir do próximo ano, o modelo de entrada da montadora francesa será o Kwid.

2. Chevrolet Classic

O herdeiro do Corsa Sedan foi produzido ao longo de treze anos no Brasil, e foi substituído pelo Prisma Joy.

3. Fiat Idea

Outro modelo relativamente longevo, o Fiat Idea é um dos carros que saíram do mercado em 2016, após onze anos de estrada.

Fiat Idea

Foto: Divulgação Fiat

4. Fiat Bravo

Fabricado na planta de Betim, em Minas Gerais, o Fiat Bravo definitivamente não emplacou em seis anos que permaneceu à venda. Para suprir sua ausência, a Fiat poderá ressuscitar o Fiat Tipo.

5. Fiat Linea

Assim como o Bravo, o Fiat Linea nunca esteve entre os modelos mais emplacados, e em 2016 entra para a inglória lista dos carros que saíram do mercado. Seu substituto será o sedã até agora chamado de X6S, com fabricação na Argentina.

6. Fiat Siena EL

Embora continue a ser um Siena, o substituto da versão EL, o Attractive, é um modelo totalmente diferente, com motor 1.0 e batizado de Grand Siena.

Fiat Siena EL

Foto: Divulgação Fiat

7. Fiat Palio Fire

Realmente impressiona a quantidade de carros que saíram do mercado pertencentes à Fiat, entre eles o Palio Fire, hoje à venda apenas para empresas.

Leia também: Os 20 carros mais vendidos em 2016 – até Novembro

8. Fiat Doblò Cargo

Não perca as contas, contamos oito carros fora de linha até agora, dos quais seis são da montadora italiana. No caso do Doblò Cargo, o modelo substituto foi o Fiorino.

9. Fiat Punto T-Jet

Equipado com motor 1.4 turbo de 152 cv de potência, o Punto T-Jet não foi páreo para os concorrentes, e fracassou nas vendas, saindo de linha em 2016.

Fiat Punto T-Jet

Foto: Divulgação Fiat

10. Fiat Uno Vivace

Substituída pelo Mobi, que tomou o lugar da clássica Fiat Uno como carro de entrada, a versão Vivace deixou de ser o carro mais barato da Fiat.

11. Fiat 500

Importado do México, o super compacto não resistiu à alta do dólar e teve sua importação interrompida para o Brasil. É a crise…

Foto: Divulgação Fiat

12. Fiat Freemont

Na mesma situação do Fiat 500, modelo importado do México que sai de cena, o Freemont vendeu pouco e terá como substituta a versão SUV do Fiat Toro.

Fiat Freemont

Foto: Divulgação Fiat

13. Peugeot RCZ

Embora tenha sido um coupé estiloso, certamente o Peugeot RCZ passou despercebido no mercado brasileiro, registrando vendas abaixo da média.

14. Volkswagen Passat Variant

O segmento de Station Wagon, já cambaleante pela alta dos SUVs, não permitiu que a VW desse continuidade às vendas do Passat Variant. Mesmo com o lançamento do novo Passat, as vendas do modelo foram baixas, o que motivou sua retirada do mercado. Para esse perfil, a Volks conta com o Golf Variant.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...