Carros financiados com parcelas atrasadas, o que fazer?

Conseguir crédito para comprar carro não é sinônimo de conseguir pagar, a prova é que o número de carros financiados com parcelas atrasadas está cada vez maior. Se este é o seu caso, veja a melhor maneira de resolver.

 

O crédito para financiamento aumentou nos últimos anos e muitas pessoas acabaram por assumir um compromisso financeiro de médio prazo com a compra de um carro parcelado. Mas infelizmente, o cenário econômico mudou as mensalidades
começam a não caber mais no bolso e a situação acaba por se tornar
uma bola de neve insustentável. Além de ter o nome incluído na lista
suja, o proprietário
corre o risco de perder o veículo. São muitos os casos de carros financiados com parcelas atrasadas.


 

Os juros do financiamento de veículos são altos, e os jros sobre o atraso das parcelas faz com que o valor final do carro fique ainda maios.

 

Muita gente encara como opção, repassar o financiamento a uma outra pessoa, ou
seja, transferir a dívida para alguém. A tática não é ilegal, mas é praticamente impossível negociar um carro financiado com parcelas atrasadas. Além
disso, oficialmente o crédito continuará no seu nome e, se o outro, por algum motivo, falhar no pagamento de mensalidades, o problema pode aumentar.

Carros financiados com parcelas atrasada? Negocie

O mais indicado é que, assim que perceba que não conseguirá pagar a
próxima parcela, comunique a situação à financeira ou ao banco. Assim,
podem buscar
juntos uma solução ou negociação. Ou seja, o melhor é antecipar-se
ao problema. Caso contrário, além da dívida aumentar, o cliente fica
também com o nome
“manchado” e terá mais dificuldades em conseguir crédito
futuramente.

Mesmo que você não tenha dinheiro imediatamente para resolver a situação do carro financiado com parcelas atrasadas, existem formas de dar a volta ao
problema. Felizmente, as financeiras flexibilizaram o seu poder de negociação, uma vez que não querem ter os pátios cheios de veículos resultados de
retomas. Por isso, existem algumas saídas para tentar resolver o impasse:

  1. Refinanciamentode véiculos

Ao refinanciar carros financiados com parcelas atrasadas, o cliente está sujeito a um recálculo do valor restante. A financeira divide o débito por um
prazo maior, o que resulta em mensalidades mais baixas. Para que isso aconteça da melhor forma possível, o cliente pode transferir o crédito para uma outra
instituição que pratique taxas melhores. O grande inconveniente desta opção é que o valor final do veículo acaba por subir e, quanto mais tempo passa-se
pagando, maior é a desvalorização deste no mercado.

Veja como refinanciar um veículo não quitado

  1. Entrega amigável do veículo

Outra saúde para quem tem carros financiados com parcelas atrasadas é devolver o veículo. Os bancos e financeiras não estão muito interessados em receber o carro de volta, por isso essa opção não é tão divulgada
e nem existe em todas as financeiras. O que acontece aqui é o uso do veículo como forma de quitar a dívida. O cliente pode pagar o valor que está em atraso e entregar o
automóvel na mesma ou ter toda a dívida anulada ao devolvê-lo, depende do acordo feito com a instituição. Depois disso, o veículo é posto em leilão e o
valor arrecadado é usado para cobrir o que está em débito. O problema é que todo o dinheiro já gasto pelo cliente durante o financiamento fica perdido, uma
vez que abriu mão do bem.

 

  1. Troca

A terceira alternativa é trocar o veículo atual por um de menor valor em uma concessionária, informando a situação. Caso o negócio seja realizado, a
diferença de preço entre um e outro servirá para reduzir ou sanar o débito. Esta é uma tentativa de desfazer-se do carro financiado com parcelas atrasadas
sem sair perdendo, afinal o cliente continua a ter um automóvel, apesar deste ser mais barato.

  1. Venda

Por último, uma opção também já praticada por muitos clientes é a venda do veículo a terceiros ou mesmo a concessionárias. O dinheiro arrecadado deve ser
usado para quitar o restante do financiamento. É uma maneira mais drástica, uma vez que fica-se sem veículo, mas também o débito é resolvido e todos saem
ganhando.

 

Leia também:

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...