Saiba como se cadastrar para obter o Bilhete Único Especial

Se você tem direito a um Bilhete Único Especial, mas não sabe como se cadastrar e conseguir um cartão, dê uma olhada nas informações que preparamos para você.

Na capital do estado de São Paulo existe o chamado Bilhete Único Especial, que dá acesso livre aos ônibus, metrôs e trens àqueles com necessidades especiais. Por mais que essa medida seja de imensa valia para a população da cidade, às vezes, conseguir um bilhete desses pode dar trabalho. Por isso explicamos para vocês tudo o que é preciso saber sobre o assunto.

Como se cadastrar no Bilhete Único Especial

O órgão responsável pela emissão desses bilhetes é o SPTrans (São Paulo Transporte) e o primeiro passo para conseguir um cartão é se cadastrar no site da SPTrans. Nesse cadastro são pedidos dados como nome completo, CPF, RG, endereço, etc.

Bilhete Único para desempregado: saiba como solicitar

Depois do cadastro feito, deverá ser feito o download de Relatório Médico que é gerado pelo site da SPTrans, que deve ser levado a um médico especialista – que também deve estar cadastrado. Ou seja, é necessário que esse laudo seja preenchido e assinado pelo médico para que ele comprove a existência de necessidades especiais e o indivíduo possa emitir o Bilhete Único Especial.

Com o laudo em mãos, basta levá-lo pessoalmente juntamente com originais e cópias do RG, CPF e comprovante de residência a um posto de atendimento da SPTrans para fazer o pedido. O cartão chega por correio certa de 20 dias depois.

Qual o valor mensal

Há ao todo quatro tipos de Bilhete Único Especial: além do para portadores de deficiência, tem o para idosos, gestantes e obesos. E eles são diferentes entre si, seja na forma de fazer o cartão, como no valor a ser pago. Enquanto para os deficientes especiais e para os idosos a tarifa é isenta, para os obesos e gestantes não, fica o valor normal de R$3,80 (tarifa em vigor em março de 2016).

No caso das gestantes e obesos, o benefício do bilhete é que com ele não é necessário passar na catraca, ou seja, o embarque e desembarque podem ser feitos pela porta da frente. Basta pagar a tarifa, mostrar o cartão ao motorista e girar a catraca.

Quem tem direito ao Bilhete Único Especial

Dentre os portadores de necessidades especiais, estão todos os que puderem comprovar deficiência física, intelectual, visual, auditiva ou múltipla. E quanto à renovação desse tipo de Bilhete Único Especial, ela deve ser feita depois de um a quatro anos, dependendo da deficiência do usuário.

Para os idosos, basta ter 60 anos ou mais para fazer o bilhete, mas três meses antes de completar os 60 anos já é possível enviar os documentos para a emissão do cartão. Ao Bilhete Único Especial para obesos, têm direito aqueles cujo IMC (Índice de Massa Corporal) ultrapassar os 39,9. Esse índice é medido através da divisão entre o peso pela altura ao quadrado e o cálculo é checado pelos funcionários do posto de atendimento. Já o bilhete para as gestantes é destinada a todas as mulheres que comprovem estar em período de gestação.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...