Austrália procura profissionais estrangeiros para 183 áreas

O sistema de migração australiano divulga lista de alta demanda de vagas para estrangeiros qualificados no país.

A Austrália, há alguns anos um dos países mais visados por brasileiros tanto para o turismo quanto para intercâmbio estudantil e trabalho, possui um organizado e rigoroso sistema de migração – o General Skilled Migration Program – a fim de atrair trabalhadores para o país. O programa busca selecionar profissionais qualificados de todo mundo e oferece visto permanente ou temporário para trabalhar por lá.

De todo esse processo o mais importante item é denominado como SOL, o Skilled Occupation List. Uma lista de profissões com demanda alta de vagas para o ano seguinte. Essa lista é atualizada anualmente entre os meses de junho e julho – a recém divulgada de 2016 passa a valer no dia 1 de junho – pelo sistema de migração.

As áreas com mais empregos fora do Brasil

Profissões e requisitos para trabalhar na Austrália.

Na nova lista de demanda de vagas divulgada pelo governo australiano são 183 áreas com diversas oportunidades, 489 Skilled Regional Provisional Visa e 485 Graduate Temporary Visa. São vagas principalmente relacionadas a áreas de finanças, engenharia, tecnologia da informação, saúde, administração e economia, muitas das quais exigem diploma universitário (mas há ainda algumas que pedem um diploma apenas de nível técnico). Todo documento pode ser conferido no site do governo australiano.

Qualquer cidadão de qualquer nacionalidade pode se candidatar as vagas desde que cumpra com alguns pré-requisitos. Primeiramente é necessário homologar o processo de reconhecimento de sua profissão na Austrália, buscar a instituição credenciada responsável pela área que fará seleção de currículos (Assessing Authority) – que varia de acordo com a área de atuação –, e então, após analisada e confirmada a existência dessa mesma profissão na SOL, a próxima fase consiste em buscar alguma empresa que aceite contrata-lo. Um bom domínio da língua inglesa é também requisito básico para participar das seleções de profissionais.

O período entre inscrição e retirada do visto pode durar de meses a mais de um ano, portanto, além de paciência são necessárias organização e determinação na decisão de buscar e tornar realidade sua experiência profissional no exterior.

Aumente as suas oportunidades profissionais com o curso certo. Confira essa oportunidade!

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...