Assumir financiamento de carro vale a pena? Veja os prós e contras

Conheça as vantagens e desvantagens de assumir financiamento de um carro. O preço baixo é um atrativo nesse tipo de compra, mas é preciso tomar alguns cuidados.

Assumir financiamento de carro é uma das maneiras de conseguir comprar um automóvel gastando pouco dinheiro. Ao assumir as dívidas, o novo proprietário fica responsável pelo pagamento das restantes parcelas de financiamento contratadas pelo proprietário anterior. Na maioria dos casos é exigida uma entrada, com base no cálculo do valor das parcelas que já tenham sido quitadas pelo antigo dono.

É possível cancelar financiamento de veículos?

Vale a pena assumir financiamento de carro?

Muitas pessoas compram um carro zero financiado e depois, por motivos variados, não conseguem arcar com as parcelas até o fim. Uma das soluções para não ficar endividado é repassar o financiamento do veículo. A pessoa que opta por assumir financiamento de um carro, no entanto, precisa ponderar os prós e os contras antes de fechar o negócio.

Vantagens

A grande vantagem de assumir financiamento de um veículo é, sem dúvida, o preço. Normalmente é possível conseguir pagar um valor bem abaixo do mercado e os descontos podem chegar até aos 60%. Esse tipo de veículos são facilmente encontrados em leilões realizados pelo Detran, seguradoras e Receita Federal e, também, em concessionárias de usados.

Quando a compra é feita em leilões, a única dívida assumida pelo novo proprietário é a do financiamento. Pendências relativas a IPVA, multas, seguro e etc não ficam a cargo do comprador. Na realidade, o dinheiro conseguido com a venda do veículo será destinado ao pagamento desse tipo de dívidas. Portanto, ao assumir financiamento de um carro, o veículo vem livre de quaisquer outras dívidas.

Desvantagens

A grande desvantagem de assumir financiamento de um carro é arcar com as condições acordadas por outra pessoa. Isso quer dizer que o comprador não pode renegociar as condições do contrato, como a quantidade e o valor das parcelas ou os juros, por exemplo. Ou seja, o novo proprietário terá de arcar com condições de financiamento que não foram escolhidas por ele.

Cuidados ao assumir financiamento

  • É importante verificar a existência de outras dívidas além do financiamento. Caso contrário, o novo proprietário correrá o risco de ter de pagar multas, seguro atrasado, IPVA, entre outras pendências de responsabilidade do antigo dono.
  • Outro cuidado importante a ter é o de transferir o financiamento formalmente e evitar acordos verbais, nos quais o novo proprietário continua a pagar as parcelas do financiamento sem se fazer a transferência da dívida.
  • Por se tratar de um veículo usado é aconselhável redobrar a atenção na análise dos detalhes como pintura, lataria, pneus, vidros, chassi e demais acessórios.
  • Opte por assumir financiamento de carros vendidos em leilões realizados pelo Detran, seguradoras e Receita Federal. No entanto, se optar pela compra direta em concessionárias de usados, esteja atento à existência de dívidas como multas, IPVA, seguro e etc.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...