9 pequenas distrações que causam acidentes de trânsito

Segundos de distração são suficientes para causar acidentes de trânsito, às vezes muito graves. Veja as distrações mais comuns que causam acidentes.

Você sabia que 93% das causas de acidentes de trânsito são devido a fatores humanos? Em somente 7% dos acidentes as falhas mecânicas são responsáveis por batidas. As pequenas distrações que temos ao dirigir tem sido causa frequente dos problemas no trânsito e nas estradas de todo o mundo.

Pequenas distrações, grandes acidentes de trânsito

Uma pesquisa realizada pela fundação americana Fundação AAA para Segurança no Trânsito observou 1.700 vídeos de acidentes de trânsito e apontou que 58% deles foram provocados por pequenas distrações.

Segundo o presidente da Fundação, perder a atenção por alguns segundos que for, durante a condução, aumenta em 23 vezes a possibilidade de se envolver em acidentes de trânsito. Com a popularização dos smartphones, essas distrações aumentaram muito pois os aparelhos roubam a atenção dos condutores.

1. Distração com outros passageiros

Conversar com o motorista durante o trajeto no carro é algo comum, mas é preciso tomar cuidado para não roubar-lhes demais a atenção. Principalmente se esse passageiro estiver no banco de trás. Poucos segundos que o motorista deixa de olhar para a pista para olhar para o passageiro que se encontra atrás são suficientes para ocasionar acidentes de trânsito, principalmente se forem crianças e bebês. A distração com outros passageiros é a que mais acarreta acidentes, sendo responsável por 15% do total de acidentes no trânsito.

Veja 10 infrações bobas que rendem multas altas

2. Interação com celulares

A segunda distração que mais causa acidentes de trânsito é interagir com os celulares, sendo responsável por 12% deles. Atender uma ligação, ler uma mensagem ou ver uma notificação do whatsapp custam apenas alguns segundos mas pode ser muito perigoso. Para se ter uma ideia, ao ficar 2 segundos com os olhos no celular a uma velocidade de 60km/h o carro percorre uma distância de 34 metros às cegas. Se a pessoa for atender à ligação ou responder à mensagens o perigo se torna ainda maior.

3. Mudar a estação do rádio ou trocar a faixa de música

A maioria das pessoas gostam de ouvir música dentro do carro. É uma boa opção para relaxar, mas é preciso ter cuidado se desejar trocar de música ou de estação do rádio. Se quiser fazê-lo, espere até o próximo sinal fechado ou até poder parar o carro, pois essa é a 3ª distração que mais causa acidentes de trânsito. Você pode pensar: mas é tão rapidinho. Trocar de estação ou de faixa gera uma desatenção de em média 1,5 segundos, e o seu carro a 60km/h anda às cegas por 25 metros.

Como converter multa de trânsito em infração

4. Manusear o GPS

O GPS é uma mão na roda para quem não conhece bem o trajeto que irá percorrer no trânsito. Ele nos dá as direções para os caminhos mais próximos até o destino desejado. Normalmente, costumamos programar a corrida antes de sair com o carro – ou pelo menos é assim que deveria ser – o problema é quando é preciso mudar de trajeto durante o trânsito. Se for preciso alterar qualquer informação no GPS, estacione o veículo.

5. Buscar objetos dentro do carro ou no porta luvas

Sabe aquela olhadinha pra conferir se algo caiu, se o celular está no banco, ou para procurar algum objeto dentro do porta luvas?  Ela pode tirar até 3 segundos da sua atenção. Se você estiver a 60km/h, o seu carro vai conduzir sozinho por 42 metros de distância. Um risco considerável, já que acidentes acontecem num piscar de olhos.

6. Alimentar-se dentro do carro

Com pressa, muitas pessoas acabam carregando para dentro do carro suas pequenas refeições para fazê-las no caminho. Uma paradinha para beber um café ou uma mordida em um sanduíche podem tirar a atenção do motorista e ocasionar batidas. Se o alimento cair no carro, pode ter ainda um susto, o que além de distrair torna o motorista agitado e nervoso, deixando-o mais desatento ao trânsito.

Recebeu uma multa injustamente? Saiba como recorrer

7. Fumar ao dirigir

Fumar ao dirigir é algo muito comum. Os carros são equipados com acendedores de cigarro e cinzeiros, o que estimula os fumantes à conduzir ao mesmo tempo que fumam. Essa é uma distração recorrente, já que o fumante precisa pegar no cigarro, no isqueiro, acender, bater as cinzas e apagar ao final. São muitas ações que tiram a atenção da pista.

8. Maquiar-se no espelho do carro

Com pressa, muitas mulheres resolvem deixar para se maquiar dentro do carro. Uma paradinha para passar um batom pode ser perigosa. Mesmo se for no sinal vermelho, o que normalmente acarreta distração do timing do sinal, irritando os demais motoristas que estão atrás e que buzinam sem parar. É melhor maquiar em casa ou no trabalho.

9. Distrair-se com vitrines, outdoors ou pessoas na rua

A poluição visual urbana rouba muito a nossa atenção. São cartazes luminosos, outdoors, vitrines chamativas e ainda pessoas que nos tiram a atenção a todo minuto. É preciso estar focado no trânsito, mesmo que seja natural querermos olhar tudo ao nosso redor.

Infração de trânsito

Dentre as listas das pequenas distrações é preciso ter cuidado porque além de te roubar atenção e causar acidentes de trânsito, elas podem também resultar em multas e pontos na carteira de motorista.

Falar ao celular enquanto dirige é considerada uma infração média e acarreta multa de  R$ 85,13 e tem acréscimo de 4 pontos na carteira de habilitação. Dirigir com apenas uma das mãos – por estar com a outra ocupada com um cigarro, ou um alimento, ou o próprio celular também é uma infração média e tem multa e pontos iguais ao de se falar ao celular.

Se o acidente de trânsito for decorrente de distração do motorista e não se encaixar nas opções citadas acima, é considerado uma infração leve, o que pode ocasionar multa de R$ 53,20 e acrescentar 3 pontos na carteira.

Acidentes mais comuns devido a distrações

Os principais acidentes causados por distrações no trânsito são as colisões traseiras. O motorista para de olhar para a pista por alguns segundos e bate no carro (ou qualquer outro objeto ou pessoa) que estiver em sua frente.

Um dos acidentes mais perigosos que podem acontecer devido à distração é a colisão frontal quando se dirige em via de mão dupla. Os motoristas perdem a atenção e invadem a pista contrária ocasionando uma colisão frontal. Ela é mais perigosa pois, se o carro do motorista distraído vai a 60km/h e o carro que vai ser colidido também está nessa mesma velocidade, a força do impacto é de 120km/h em um objeto parado.

Como prevenir essas pequenas distrações

É preciso se acostumar a ficar atento o tempo todo. É como se vigiar, para não perder a atenção e assim adquire o hábito de não ficar desatento. Previnir a desatenção é o melhor remédio.

  • Levante-se mais cedo para ter tempo de tomar café em casa e, no caso das mulheres, para fazer a maquiagem.
  • Resolva tudo o que precisar resolver no celular em casa, entrou dentro do carro, coloque no silencioso e não o pegue durante o trajeto, somente após estacionar o veículo.
  • Ao sair com crianças no banco traseiro, saiba que não poderá dar atenção à elas. Se for preciso, estacione o carro, não olhe para trás nem pelo retrovisor. Se possível, leve algum responsável acompanhando a criança no banco de trás.
  • Se você tem o hábito de ficar trocando de faixa de música ou de estação de rádio pode fazer uma playlist com as músicas favoritas para não ter que perder a atenção mexendo no som.

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...