O que a Apple cobre em caso de acidentes com iPhone

Muitas pessoas ficam em dúvida sobre quais os critérios da Apple para consertar ou não um iPhone em caso de acidente. Confira as regras da empresa.

Conhecido por seu design diferenciado e suas funcionalidades sempre com uma tecnologia inovadora, o iPhone é tão famoso que chega a ser um sonho de consumo para muitas pessoas. Mas quando algum problema acontece com o aparelho, é comum surgirem as dúvidas sobre os critérios da Apple para consertar ou não um iPhone acidentado.

Recentemente, a empresa teve um documento vazado com as informações e regras que mostram quando o conserto é ou não aceito. Vale lembrar que essa regras são válidas para aparelhos dentro do período de garantia.

Vale a pena comprar iPhone antigo?

O que a Apple cobre em caso de acidentes com iPhone

Sempre que algum problema ou acidente acontecer com o seu iPhone, você deve levar o aparelho a um estabelecimento autorizado da Apple. Lá, eles poderão avaliar a situação e, então, informar o que eles podem oferecer, desde o conserto do problema até a liberação de um novo aparelho.

Mas a decisão não é feita pelos funcionários do estabelecimento. Ela é baseada nas regras fornecidas pela Apple a todos os agentes autorizados a trabalhar com a marca. Confira quais são essas regras e veja se o seu caso se encaixa em alguma delas.

Danos no iPhone que a Apple cobre

  • Problemas com a câmera ao usar o FaceTime;
  • Presença de pixels anormais na tela;
  • Rachadura no vidro da frente, sem qualquer ponto de impacto no telefone.

Nesses três casos, a Apple oferece o conserto do telefone, podendo até oferecer um novo aparelho, como no caso de problemas com pixel.

No problema com a rachadura, a empresa só fará o reparo caso o problema tenha surgido sem um impacto do aparelho. Ou seja, se a rachadura na tela frontal apareceu do nada, a Apple arruma o aparelho. Mas se o problema for resultado de um queda do aparelho, por exemplo, isso é considerado mau uso, o que não dá direito ao conserto.

Veja quando vale a pena fazer seguro para celular

Danos no iPhone que a Apple não cobre

  • Problemas gerados pela má utilização do aparelho, como quedas, exposição ao sol, etc;
  • Danos causados por líquidos;
  • Bateria não oficial da Apple;
  • Problemas estéticos;
  • Em caso de qualquer peça original de fábrica ter sido trocada.

Alguns dos problemas que podem surgir no iPhone estão na lista de “não responsabilidade” da empresa. Assim, na maioria das vezes eles não terão conserto por parte da Apple. Nesses casos, o cliente paga o reparo como serviço do estabelecimento.

Mesmo nesses casos, é muito importante fazer todo o trabalho em um assistente autorizado da Apple, garantindo que as peças utilizadas são compatíveis com a marca, evitando maiores problemas no futuro.

19 funções do iPhone que você não conhece

O que fazer quando o iPhone não está mais na garantia?

  • Problemas na câmera;
  • Tela rachada ou quebrada;
  • Amassados ou outros problemas no corpo do aparelho;
  • Corrosão de algum componente interno do aparelho;
  • Problemas com a tela de LCD;
  • Problemas com áudio, botões e microfone.

Mesmo quando o prazo de garantia do iPhone já expirou, a Apple continua oferecendo assistência aos seus clientes. Em alguns casos, o conserto não é cobrado. Já em outros, o cliente deverá bancar o valor cobrado pelo serviço. Tudo vai depender de qual é o problema apresentado pelo aparelho e da avaliação feita pelo estabelecimento autorizado.

Vale ressaltar que embora esses sejam os problemas listados no documento da Apple para os seus clientes autorizados, o seu iPhone pode apresentar algum tipo de problema que não está citado nesse manual.

Em casos assim, o problema será avaliado normalmente pela assistência. Ao chegarem a uma conclusão, o conserto do aparelho é sempre garantido, podendo ou não ser cobrado pela assistência de acordo com o caso.

Evite utilizar qualquer tipo de peça, componentes ou acessórios não originais da Apple em seu iPhone. Além de comprometer o funcionamento do aparelho, isso pode prejudicar a avaliação e até mesmo os seus direitos.

Confira como funciona a garantia de celular

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...