3 piores marcas de notebook

Conheça aqui as piores marcas de notebook e saiba os motivos que levam cada uma delas a aparecerem nesse grupo que nenhuma marca deseja.

A tarefa de comprar um novo notebook além de exigir uma pesquisa bem aprofundada sobre os preços também depende de uma busca para encontrar as marcas que são mais bem avaliadas pelos consumidores. As piores marcas de notebook devem ser conhecidas para evitar ao máximo adquirir um equipamento delas.

Mas você sabe quais são essas piores marcas de notebook? Quer ter a certeza de quais são para não correr o risco de fechar uma compra escolhendo a opção errada? Então confira aqui a lista que preparamos com aquelas que é melhor evitar.

Os melhores notebooks por até 2000 reais

Top 3 de piores marcas de notebook

Seja pela fragilidade do equipamento, estrutura fraca de hardware, travamentos constantes, demora para ligar, entre outros problemas, confira agora quais são as 3 piores marcas de notebook presente no mercado.

1. CCE

Durante muitos anos a CCE foi uma das marcas de eletrônicos mais fortes e recorrentes do mercado, lançando uma série de produtos diversos com preços mais em conta em relação às demais marcas. Mas a fama que foi associada à marca não era das melhores. Para os consumidores, a sigla CCE significa “Começou Comprando Errado”.

Em 2012 a empresa foi comprada pela marca Lenovo, que tinha a intenção de dominar o mercado de produção de notebooks no Brasil. A compra acabou não gerando resultados positivos, colocando a nova marca Lenovo/CCE no Top 3 de empresas mais reclamadas no país.

Isso resultou na devolução (literalmente!) da CCE para seus antigos donos no ano de 2015. A tendência de consumo partindo para o mundo mobile também intensificou ainda mais o foco da Lenovo em produzir seus smartphones, deixando um pouco de lado as operações que realizava em conjunto com a CCE.

Se encontrar algum notebook da marca, talvez seja melhor repensar e fazer um esforço para adquirir alguma outra melhor.

2. Positivo

Travamentos constantes e várias ocorrências que precisam ser resolvidas na assistência técnica. Esses são alguns dos motivos que fazem a Positivo aparecer nesse Top 3 de piores marcas de notebook.

É comum ver vários textos e vídeos espalhados pela internet mostrando porque os equipamentos da Positivo não são a melhor escolha para você que precisa de um notebook, mesmo de uso pessoal.

A demora ao fazer a inicialização do sistema também é comum nos notebooks da Positivo. Mesmo sem nunca ter instalado nenhum programa adicional, existe uma demora muito grande no carregamento inicial, o que deixa muitos usuários arrependidos por terem adquirido um aparelho dessa que é uma das piores marcas de notebook.

Outros problemas que surgem com menos de 6 meses de uso nos notebooks Positivo são recorrentes e a assistência técnica parece não resolver muita coisa. Tudo só comprova essa chancela de uma das piores marcas de notebook.

Comprar desktop ou notebook?

3. Itautec

A marca Itautec já não fabrica mais notebooks para o mercado. Vendida em 2013 para a OKI Brasil, ela passou vários anos dentro no cenário de produção de equipamentos de informática, e por isso alguns dos seus últimos modelos podem ser encontrados em algumas lojas de venda online ou nos principais sites de venda de produtos usados, como o Mercado Livre.

Até por não atuar mais nesse mercado, fica difícil de apostar em um notebook da Itautec, já que caso do aparecimento de algum defeito, e saiba que era comum ocorrer alguns problemas com eles, não haverá a possibilidade de levar o seu equipamento para uma assistência técnica.

E então, agora que sabe quais as piores marcas de notebook, ainda vai correr o risco de adquirir alguma delas? Se você já acabou cometendo esse erro, conta aqui nos comentários a sua experiência com essa marca e quais as suas indicações para que outras pessoas possam tomar escolher melhores. Até a próxima!

Na Web

você pode gostar também