10 motivos pelos quais você vai se apaixonar por São Francisco

São Francisco é um dos destinos mais queridos dos Estados Unidos. Veja 10 razões pelas quais você deve programar visitar o destino o quanto antes.

Pode acreditar, será amor à primeira vista. É quase impossível não se apaixonar. Não foi por acaso que a cidade ficou imortalizada na voz de Tony Bennett com a famosa canção “I left my heart in San Francisco”. Difícil não deixar o coração em São Francisco.

Sendo assim, veja 10 razões pelas quais essa cidade californiana vai passar a ser sua queridinha, nessa lista do Qual Viagem.
 

Golden Gate Bridge

Certamente é uma das pontes mais famosas do mundo. Tanto que é considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno. Nenhuma viagem a São Francisco estará completa sem a vista da ponte alaranjada. Diariamente, cerca de 120 mil veículos passam por seus 2,7 km de extensão. Há, também, uma passarela para os pedestres e uma ciclovia. Se estiver de bicicleta ou à pé pare e observe calmamente a vista de tirar o fôlego de seu mirante. Sem dúvida é uma das paisagens mais fotografadas no mundo. Do outro lado da ponte está a pequena e charmosa Sausalito, outro interessante ponto turístico com restaurantes e lojinhas.

 

Bondinhos

Para entrar logo no clima, nada melhor que começar a desbravar o destino fazendo um passeio a bordo dos bondinhos – cables cars – da rede centenária que circula na cidade a 15 km/h. Seus sinos podem ser ouvidos de longe e no trajeto estão vistas espetaculares das íngremes ladeiras.

 

Alcatraz

A famosa prisão de segurança máxima – também conhecida como The Rock – é hoje um dos locais mais visitados da cidade. Localizada em uma ilha de mesmo nome na Baía de São Francisco, funciona como um parque nacional aberto à visitação pública. Suas antigas celas foram habitadas por alguns dos criminosos mais perigosos dos EUA, entre eles o célebre mafioso Al Capone. Nenhum prisioneiro conseguiu escapar da fortaleza por causa das águas geladas, a correnteza e os tubarões brancos que desencorajavam a fuga. Desativada no início dos anos 1960, a história da prisão pode ser conhecida durante as visitas guiadas – diurnas e noturnas. Os catamarãs da Alcatraz Cruises que levam os visitantes até o local partem do Pier 43.
 

>>>CONTINUE LENDO AQUI<<<

 

Continuar a ler

Na Web

você pode gostar também

Comentários

Loading...